Professores podem se apoiar em redes sociais, games e plataformas que permitem a criação de produtos colaborativos, na hora de pensar o ensino a distância (EaD). Para os educadores de escola pública, ferramentas como TikTok, WhatsApp, Facebook e o game Minecraft são boas opções, pois podem ser acessadas pelos alunos via celular e por meio de uma internet com oferta limitada de dados. Além disso, muitas delas já fazem parte do dia a dia dos estudantes, o que incentiva o envolvimento com a proposta sugerida. 

A seguir, confira indicações de atividades pedagógicas EaD testadas por professores de história, geografia e matemática. Na lista, há ainda a ferramenta Escola em Pauta, que permite a criação de jornais virtuais pelos alunos, e o game Minecraft, que pode ser uma opção para docentes das mais variadas disciplinas. 

Vídeos gravados no TikTok e Instagram podem ajudar aluno a fixar conteúdo de história
Docente de história da Escola de Ensino Médio Quince Orchard, em Gaithersburg (Estados Unidos), Andrew Kozlowksy ofereceu a suas turmas a opção de gravarem vídeos na rede social TikTok para fixarem a aprendizagem sobre a Guerra Civil Americana. A atividade também pode ser replicada no Instagram, usando o recurso “Cenas”.

Alunos usam redes sociais para criar próprio livro didático de geografia
O professor Allan da Silva incentivou seus alunos a produzirem os próprios livros paradidáticos. A turma de estudantes do Colégio Estadual Ribeiro de Avellar, em Paty do Alferes (RJ), usou o Facebook e o WhatsApp para compartilhar informações e escrever a publicação. 

Professores de matemática apostam no WhatsApp para ensinar equações
Os professores de matemática da Prefeitura Municipal de Duque de Caxias (RJ), Rafael Costa e Leandro Nascimento, apostaram no uso do WhatsApp como ferramenta colaborativa. Eles desenvolveram um projeto utilizando o aplicativo de mensagens para o ensino de equações do 1º grau, a novidade foi aplicada nas turmas de 8º e 9º anos do ensino fundamental.

Círculo de cultura usado em ambiente virtual para discutir fake news
O círculo de cultura (CC) é uma proposta de intervenção social incentivada por Paulo Freire, que estimula a conversação para promover a aprendizagem significativa. Ele pode ser aplicado em ambientes virtuais de aprendizagem formais, como Moodle, ou nas redes sociais, como WhatsApp, Facebook ou Skype.

Alunos podem produzir jornal gratuitamente
O site Escola em Pauta permite que qualquer aluno da rede pública ou particular crie, gratuitamente, seu jornal. A iniciativa oferece, ainda, vídeos e materiais informativos que explicam como usar a plataforma e elaborar pautas, entrevistas e matérias.

Engajamento, criatividade e colaboração são benefícios do Minecraft
O Minecraft é um jogo que permite a criação de “mundos” a partir de blocos que se encaixam e se sobrepõem. Professores de história e física contam como aplicam o game de forma educativa. 

Veja mais:
Dicas para o professor da rede pública ajudam a preparar aulas EaD
9 links para usar pedagogicamente redes sociais e ambientes virtuais de aprendizagem
Coronavírus: manual do Unicef recomenda leitura e ferramentas EaD para manter trabalho com alunos em casa

Crédito da imagem:  fizkes – iStock

Deixe um comentário

Please Login to comment

Talvez Você Também Goste

Notícias

9 links para usar pedagogicamente redes sociais e ambientes virtuais de aprendizagem

Tecnologias podem ser aproveitadas na preparação de aulas EaD em todas as etapas e disciplinas

há 4 meses
Notícias

Guia ensina professores sobre uso responsável da internet dentro e fora da sala de aula

Publicação explica sobre exposição na internet, danos de imagem e liberdade de expressão

há 2 anos
Notícias

Silenciada nos debates públicos, voz do professor pode ser retomada com ajuda da internet

Medo de represálias e desconhecimento da legislação são fatores que impedem professores de darem entrevistas

há 5 anos
Notícias

Manifestações de junho no país eram esperadas, apontam debatedores

Movimento Passe Livre faz trabalho de formação em escolas pelo direito à cidade

há 7 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.