Pessoas que enxergam também podem aprender braile para ajudar a apoiar amigos, familiares ou colegas de trabalhos com deficiência visual. Para isso, a Universidade de São Paulo (USP) disponibiliza o curso online gratuito “Braille Virtual”.

A aprendizagem ocorre por meio da interação com animações gráficas. Além disso, o material está disponível em três idiomas: português, inglês e espanhol. Ao contrário da pessoa cega, as videntes não necessitam do tato para ler em braile.

Como os videntes não precisam do tato para ler em braile, curso apresenta
as letras por meio de animações gráficas na tela (crédito: divulgação USP)

“Com o aprendizado do sistema composto por 63 símbolos formados pela combinação de seis pontos em uma célula, o indivíduo que vê pode ler textos em braile apenas substituindo as letras comuns pela nova simbologia”, descreve a iniciativa. “Com os símbolos divididos em grupos de 10, o usuário poderá perceber primeiramente quais pontos formam cada letra braile. Num segundo momento há a repetição de cada letra, no intuito de facilitar a memorização”, complementa.

O curso é livre e não oferece certificado após sua conclusão.

Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), em 2019 eram estimados 1.577.016 pessoas cegas no país. Já a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que 39 milhões de pessoas no mundo não enxergam, e que 246 milhões apresentam perda moderada ou baixa visão.

Veja mais:
Incluir a pessoa com deficiência no mercado de trabalho é tema de e-book gratuito
Cão-guia possibilita autonomia e mobilidade para pessoa com deficiência visual
“Não se deve ter medo de ajudar um cego a atravessar a rua”, diz autora

Deixe um comentário

Talvez Você Também Goste

Notícias

Políticas para a pessoa com deficiência devem considerar diferenças de gênero, alerta guia online

Medidas aumentariam acesso a direitos por mulheres dessa população, segundo coletivo feminista

há 5 meses
Notícias

App colaborativo mapeia serviços para autistas em cidades brasileiras

Usuários podem cadastrar ou avaliar estabelecimentos já indicados na plataforma

há 9 meses
Notícias

Site disponibiliza livros infantojuvenis em formato acessível e inclusivo

Há obras de Cecília Meireles, Ana Maria Machado e Fernando Sabino em Libras e áudio

há 10 meses
Notícias

Não é necessário esperar 24 horas para considerar pessoa como desaparecida, orienta cartilha

Publicação ensina a prevenir e enfrentar desaparecimento de crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência

há 3 meses

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.