Primeiro espaço de socialização da criança depois da família, o ambiente escolar permite que a ética seja exercida diariamente. É nele que alunos e professores se relacionam com pessoas de diferentes contextos, podendo travar diálogos, defender pontos de vista e exercitar uma convivência harmoniosa. É também na escola que os estudantes têm a oportunidade de refletir sobre os problemas éticos da atualidade, desenvolvendo empatia e senso crítico.

Especialista em filosofia da educação,  Nadja Hermann ressalta no livro “Ética & Educação: Outra sensibilidade” que é a presença do outro que garante que os processos educativos ocorram. Por esse motivo, falar de ética implicaria também repensar temas como diálogo, interação, diferenças, alteridade e liberdade, já que ela “se constitui nas complexas respostas produzidas pela interação”.

A seguir, conheça essa e outras cinco obras que evidenciam a relação íntima entre esses dois campos do saber.

 

Capa do livro "Ética & Educação: Outra sensibilidade"

Ética & Educação: Outra sensibilidade

Nadja Hermann, Autêntica, 2014
Especialista em filosofia da educação, a autora esclarece que a ética se constitui nas respostas produzidas pela interação com o outro. Assim, questões como alteridade, diferença, igualdade, formação na contemporaneidade e singularidade perpassam a relação entre ética e educação, conceitos que são amplamente discutidos no livro.

 

Capa do livro "Educação, convivência e ética: audácia e esperança"

Educação, convivência e ética: audácia e esperança

Mario Sergio Cortella, Cortez Editora, 2015
“Ética é vida boa, para todos e todas, em instituições justas”. Com esta frase de do filósofo francês Paul Ricoeur, Cortella introduz o livro. Para o filósofo brasileiro, educar é mais do que fazer bem, mas fazer o bem, incentivando os alunos e não esterilizando seus sonhos e aspirações para o futuro. A partir de diversos  exemplos do dia a dia, a obra reflete sobre uma melhor convivência social, seja dentro da escola ou fora dela.

 

Capa do livro "Ética e educação - Uma abordagem atual"

Ética e educação – Uma abordagem atual

Renato José de Oliveira e Maria Judith Sucupira da Costa Lins, CRV, 2009
A obra idealizada pelo Grupo de Pesquisas sobre a Ética na Educação (GPEE) é uma iniciativa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Desde 2003, seus membros pesquisam como a ética é tratada na escola, auxiliando na formação do caráter das crianças e dos adolescentes. O resultado de seis anos de trabalho são 10 capítulos assinados por diferentes pesquisadores.

 

Capa do livro "Autonomia e ética na escola: o novo mapa da educação"

Autonomia e ética na escola: o novo mapa da educação

Mírian Paura S. Zippin Grinspun, Cortez Editora, 2016
O livro ressalta a importância da orientação educacional como mediadora e colaboradora para uma educação que forme sujeitos. “A intenção desse livro é buscar dados que nos levem a pensar e, evidentemente, discutir os pontos enfocados, mostrando a estreita relação entre o que acontece na escola quando ela se compromete com a educação dos alunos, em termos de construção da sua subjetividade”.

 

Capa do livro "Pestalozzi, educação e ética"

Pestalozzi, educação e ética

Dora Incontri, Editora Comenius, 2006.
Pestalozzi foi um educador que influenciou pensadores como Piaget, Montessori e Freinet. Conhecido por ter se dedicado ao cuidado e ensino de crianças órfãs, ele procurou desenvolver uma educação que garantisse independência, autonomia e respeitasse as diferenças individuais. A partir do legado do estudioso, a autora resgata questões fundamentais da educação, tais como: O que são liberdade e autonomia na educação? Como introduzir a ética na formação do indivíduo?

 

Capa do livro "Filosofia, ética e educação – Por uma cultura de paz"

Filosofia, ética e educação – Por uma cultura de paz

Everaldo Cescon e Paulo César Nodari (orgs.), Paulinas, 2011
Os autores defendem a paz como fruto de justiça, solidariedade e educação responsável. Portanto, não é apenas uma atitude comportamental como também um processo educacional. “Caracteriza-se pela busca contínua do diálogo. É tentativa incansável da resolução dos conflitos sem causar mais violência às partes envolvidas”, refletem.

Veja mais:
Pensadores na Educação: Pestalozzi e a aprendizagem pela afetividade
Opinião – Escola: um lugar para exercitar a democracia e a ética
Podcast – A participação do jovem e a ética

Crédito da imagem: monkeybusinessimages – iStock

Deixe um comentário

Please Login to comment

Talvez Você Também Goste

Notícias

Série de vídeos da USP aborda evolução humana e arqueologia com jovens

Playlist responde curiosidades como a descoberta da idade de fósseis e escala geológica de tempo

há 3 semanas
Notícias

As mudanças no mundo do trabalho interferem na formação docente? 4 links ajudam a entender

Currículos universitários refletem reformas trabalhistas, uso de tecnologias e diversidade na escola

há 3 semanas
Notícias

Série de vídeos gratuitos discute o pós-abolição da escravatura na história do Brasil

Curso de extensão em oito partes foi elaborado pela Escola de História da Unirio

há 4 semanas
Notícias

Plataforma propõe criar situações de aprendizagem com objetos simples e contação de histórias

“Meias Aventuras” disponibiliza jogos online e guia de atividades educativas para impressão

há 4 semanas

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.