Pessoas da Colômbia, Síria e Venezuela são as principais refugiadas acolhidas pelo Brasil. Para aproximar os brasileiros da realidade dessas três populações, a Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) apresenta um livro que combina receitas típicas desses países com relatos de vida de quem deixou sua pátria para recomeçar a vida aqui. Ao todo, é possível aprender sete pratos típicos, doces e salgados, incluindo os tradicionais arepas e patacones. O e-book está disponível gratuitamente para download.

“Um prato típico de um país ou região guarda, dentro de si, anos de história, descobertas, valores e memórias afetivas”, explica o documento. “Esses laços entre uma pessoa e sua terra de origem se fortalecem quando elas são separadas, especialmente quando essa separação é forçada – como é o caso dos refugiados, que precisaram deixar suas casas para escapar de guerras, conflitos, violência e perseguições”, contextualiza.

Segundo a instituição, a gastronomia tem sido uma importante ocupação de refugiados quando chegam ao Brasil, ajudando-os a se inserirem no mercado de trabalho e a terem renda. Ao apresentar as receitas desses três países, a Acnur pretender aproximar culturas e fomentar empatia.

“Resgatar suas origens através da gastronomia é uma forma que muitos encontram para recomeçar em um novo lar. Além de fortalecer memórias, oferecer pratos típicos à comunidade torna-se também fonte de renda e de autonomia”, reforça.

“Mais do que um trabalho, para essas pessoas cozinhar é uma forma de manter suas raízes firmes no lugar em que cresceram e se tornaram quem são, ao mesmo tempo que lhes ajuda a conquistar espaço no país que as recebeu e acolheu”, completa.

Veja mais:

“Nunca pensei que seria uma refugiada. Aconteceu”

Refugiados que aguardam revalidação do diploma sonham com futuro digno

Zaatari: documentário propõe reflexão sobre exílio e liberdade

Deixe um comentário

Por favor, faça Login para comentar

Talvez Você Também Goste

Notícias

Documentário retrata contribuições científicas de universitários refugiados e imigrantes

Pesquisas de estudantes do Haiti focam em energia sustentável e universalização da saúde

há 6 dias
Notícias

Programa “Educando para a Diversidade” da TV Unesp é disponibilizado em versão podcast

Episódios discutem situação de indígenas, negros, refugiados, padrões corporais, intolerância religiosa, entre outros

há 5 meses
Notícias

ONU disponibiliza curso de português online para migrantes e refugiados

Iniciativa gratuita inclui níveis intermediário e avançado e pode ser acessada via celular

há 7 meses
Notícias

Mais de 4 milhões de pessoas pediram refúgio ou migraram da Venezuela, aponta plataforma da ONU

Página brasileira reúne dados recentes sobre o fluxo de venezuelanos no Brasil e no mundo

há 1 ano

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.