Conteúdos

Este roteiro de estudos apresenta um encadeamento lógico entre os movimentos literários ocorridos ao longo do tempo, do trovadorismo ao concretismo.

● Movimentos literários;
● Trovadorismo;
● Humanismo;
● Quinhentismo;
● Classicismo;
● Barroco;
● Arcadismo;
● Romantismo;
● Realismo;
● Parnasianismo;
● Pré-modernismo; e
● Concretismo.

Objetivos

● Compreender os movimentos literários como parte central da expressão da cultura dos povos, ao longo de momentos históricos distintos, desde o trovadorismo até o concretismo.

Estude também:

Estudar em casa: concretismo

Estudar em casa: classicismo

Estudar em casa: humanismo

Palavras-chave:

Língua portuguesa. Literatura. Movimentos literários.

Proposta de estudo:

Ao longo deste roteiro de estudos, trataremos do encadeamento dos movimentos literários, do Trovadorismo ao Concretismo.

1ª Etapa: Movimentos literários

Os movimentos literários são conjuntos de escritores e obras reunidos por características e períodos históricos comuns.

Considerando que a Literatura é uma das mais importantes expressões artísticas da civilização humana, é certo dizer que a análise dos movimentos literários permite construir um fluxo lógico acerca dos momentos históricos vividos pelos povos.

Dito isso, na próxima etapa veremos a esquematização de alguns dos mais relevantes movimentos literários, do trovadorismo ao concretismo.

2ª Etapa: Do trovadorismo ao concretismo

Trovadorismo

O Trovadorismo surgiu durante a Idade Média, e foi o primeiro movimento literário da língua portuguesa.

Suas principais características eram:
● Crítica social e política;
● Gêneros lírico e satírico;
● Retratação da amizade;
● Retratação do modo de vida na aristocracia feudal;
● Relação entre poesia e música;
● Trocadilhos e ambiguidade; e
● Veneração ao ser amado.

Os principais autores do Trovadorismo foram:
● Conde Vimioso;
● D. Afonso X;
● D. Dinis;
● D. Duarte;
● Fernão da Silveira;
● Fernão Lopes;
● Frei João Álvares;
● Garcia de Resende;
● Gil Vicente;
● Gomes Eanes de Zurara;
● João Ruiz de Castelo Branco;
● Martim Codax;
● Nuno Pereira; e
● Paio Soares Taveirós.

Para saber mais sobre o Trovadorismo, acesse o roteiro de estudos (acesso em 16 de dezembro de 2022).

Humanismo

O Humanismo foi um movimento literário que fez a transição entre a Idade Média e a Idade Moderna.

Suas principais características eram:
● Transição do Teocentrismo para o Antropocentrismo;
● Cientificismo;
● Racionalidade;
● Valorização do corpo e das emoções humanas ;
● Ideal de beleza e perfeição; e
● Retorno das culturas da Antiguidade.

Os principais autores do Humanismo foram:
● Dante Alighieri;
● Erasmo de Roterdã;
● Fernão Lopes;
● Francesco Petrarca;
● François Rabelais;
● Garcia de Resende;
● Gil Vicente;
● Giovanni Bocaccio;
● Luís de Camões;
● Michel de Montaigne;
● Miguel de Cervantes;
● Thomas More; e
● William Shakespeare.

Para saber mais sobre o Humanismo, acesse o roteiro de estudos (acesso em 16 de dezembro de 2022).

Quinhentismo

O Quinhentismo foi um movimento literário ocorrido durante o primeiro século da colonização brasileira.

Suas principais características eram:
● Literatura de formação (ou de catequese); e
● Literatura de informação.

Os principais autores do Quinhentismo foram:
● Fernão Cardim;
● Hans Staden;
● Padre José de Anchieta;
● Padre Manuel da Nóbrega;
● Pero de Magalhães Gândavo; e
● Pero Vaz de Caminha.

Para saber mais sobre o Quinhentismo, acesse o roteiro de estudos (acesso em 16 de dezembro de 2022).

Classicismo

O Classicismo integrou o Renascimento europeu, marcando o fim da Idade Média e o início da Idade Moderna.

Suas principais características eram:
● Antropocentrismo;
● Busca da perfeição estética;
● Busca do equilíbrio;
● Nacionalismo;
● Retorno ao clássico (modelos greco-romanos);
● Rigor formal;
● Temas religiosos e mitológicos;
● Uso de sonetos e versos decassílabos; e
● Valorização da razão.

Os principais autores do Classicismo foram:
● Dante Alighieri;
● Francesco Petrarca;
● Francisco de Sá Miranda;
● Giovanni Boccaccio;
● Luís Vaz de Camões; e
● Miguel de Cervantes.

Para saber mais sobre o Classicismo, acesse o roteiro de estudos (acesso em 16 de dezembro de 2022).

Barroco

O Barroco é um movimento literário que compreende produções do final do século XVI ao início do século XVIII.

Suas principais características eram:
● Predomínio de temas religiosos;
● Riqueza nos detalhes e formas;
● Expressões dramáticas das personagens retratadas;
● Preferência pelas curvas e contornos em detrimento das figuras geométricas;
● Importância da iluminação e o jogo de luzes e sombras; e
● Uso de contrastes, a fim de evidenciar a proximidade do divino com o humano.

Os principais autores do Barroco foram:
● Gregório de Matos; e
● Padre Antônio Vieira.

Para saber mais sobre o Barroco, acesse os dois planos de aula disponíveis nos links abaixo:
Barroco (acesso em 16 de dezembro de 2022).
Sermões de quarta-feira de cinzas de Padre Antonio Vieira (acesso em 16 de dezembro de 2022).

Arcadismo

O Arcadismo foi um movimento literário europeu do século XVIII.

Suas principais características eram:
● Clareza;
● Influência das culturas grega, latina e renascentista;
● Influência do Iluminismo;
● Racionalidade;
● Simplicidade; e
● Sujeito racional.

Os principais autores do Arcadismo foram:
● Basílio da Gama.
● Bocage;
● Cláudio Manuel da Costa;
● Santa Rita Durão; e
● Tomás Antônio Gonzaga.

Para saber mais sobre o Arcadismo, acesse o plano de aula (acesso em 16 de dezembro de 2022).

Romantismo

O Romantismo foi um movimento literário que surgiu na Europa durante a Revolução Industrial, e rapidamente se espalhou por diversos países.

Suas principais características eram:
● Egocentrismo;
● Idealização;
● Nacionalismo;
● Oposição ao modelo clássico;
● Retorno ao passado;
● Sentimentalismo; e
● Subjetividade.

Os principais autores do Romantismo foram:
● Álvares de Azevedo;
● Casimiro de Abreu;
● Castro Alves;
● Gonçalves de Magalhães;
● Gonçalves Dias;
● José de Alencar;
● Martins Pena; e
● Visconde de Taunay.

Para saber mais sobre o Romantismo, acesse os planos de aula disponíveis abaixo:
Romantismo brasileiro (acesso em 16 de dezembro de 2022).
Romantismo brasileiro 2 (acesso em 16 de dezembro de 2022).

Realismo

O Realismo foi um movimento que predominou no final do século XIX, representando uma contraposição às ideias do Romantismo.

Suas principais características eram:
● Denúncia social;
● Fim das idealizações;
● Humanização das personagens (em oposição aos estereótipos e à idealização);
● Impessoalidade;
● Linguagem correta e clara;
● Narrativas analíticas e descritivas;
● Objetividade;
● Oposição ao Romantismo;
● Representação crítica da realidade;
● Uso da Ciência para explicar a realidade;
● Valorização da coletividade; e
● Valorização dos fatos.

Os principais autores do Realismo foram:
● Aluísio Azevedo;
● Antero de Quental;
● Balzac;
● Cesário Verde;
● Dostoiévski;
● Eça de Queirós;
● Émile Zola;
● Gustave Flaubert;
● Machado de Assis;
● Raul Pompeia; e
● Visconde de Taunay.

Parnasianismo

O Parnasianismo foi um movimento que surgiu concomitantemente ao Realismo e ao Naturalismo, no final do século XIX.

Suas principais características eram:
● “A arte pela arte”;
● Busca da perfeição formal;
● Impessoalidade;
● Inversão sintática;
● No Brasil, oposição do Romantismo (que, à época, ainda tinha forte influência na poesia);
● Oposição ao Realismo e ao Naturalismo;
● Poesia descritiva;
● Resgate de temas da Antiguidade Clássica;
● Rigor formal e distanciamento da linguagem oral; e
● Valorização do artista.

Os principais autores do Parnasianismo foram:
● Alberto de Oliveira;
● António Feijó;
● Cesário Verde;
● Francisca Júlia;
● Gonçalves Crespo;
● Guerra Junqueiro;
● João Penha;
● Olavo Bilac;
● Raimundo Correia;
● Teófilo Braga;
● Teófilo Dias; e
● Vicente de Carvalho.

Pré-modernismo

O Pré-modernismo foi um movimento que estabeleceu a transição entre os movimentos literários do final do século XIX e o Modernismo. Sua grande marca foi a produção do início do século XX, até a Semana de Arte Moderna de 1922.

Suas principais características eram:
● Abordagem da realidade brasileira;
● Análise de questões raciais;
● Linguagem simples e coloquial;
● Nacionalismo crítico;
● Personagens marginalizadas (caipira, sertanejo etc.);
● Regionalismo; e
● Ruptura com o academicismo.

Os principais autores do Pré-modernismo foram:
● Euclides da Cunha;
● Lima Barreto;
● Graça Aranha;
● Monteiro Lobato; e
● Augusto dos Anjos.

Concretismo

O Concretismo foi um movimento que surgiu em meados do século XX. Com origem na Europa, o movimento se destacou no Brasil pela poesia concreta.

Suas principais características eram:
● Metalinguagem;
● Objetividade;
● Oposição ao impressionismo, ao nacionalismo e ao regionalismo;
● Oposição às estruturas formais;
● Simplicidade;
● Temática universal; e
● Valorização da racionalidade e do planejamento.

Os principais autores do Concretismo foram:
● Arnaldo Antunes;
● Augusto de Campos;
● Décio Pignatari;
● Ernesto Manuel de Melo e Castro;
● Haroldo de Campos;
● Max Bill;
● Öyvind Fahlström;
● Paulo Leminski;
● Salete Tavares; e
● Vladimir Maiakovski.

Por fim, assista ao vídeo abaixo, para entender mais sobre de que maneira a sequência de movimentos literários apresenta-se como um fluxo lógico e integrante de uma conjuntura histórico-social:

Introdução à Literatura: linha do tempo das escolas literárias – Professor Noslen
Acesso em: 16 de dezembro de 2022.

Roteiro de estudos elaborado pela Professora Daniela Leite Nunes.
Coordenação Pedagógica: Prof.ª Dr.ª Aline Monge

Talvez Você Também Goste

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.