Conteúdos

Este roteiro de estudos trata do concretismo enquanto movimento literário, trazendo informações sobre o seu contexto histórico, suas características, suas produções literárias e seus principais autores. Contando com uma lista de exercícios de vestibular, busca auxiliar o aluno na consolidação dos conhecimentos relacionados ao tema.

● O que é Concretismo?
● Contexto histórico;
● Características das produções literárias do Concretismo; e
● Principais autores do Concretismo.

Objetivos

● Compreender o Concretismo enquanto movimento literário.

Estude também:

Estudar em casa: classicismo

Estudar em casa: humanismo

Palavras-chave:

Língua portuguesa. Literatura. Concretismo.

Proposta de estudo:

Iniciaremos este roteiro de estudos verificando o que é Concretismo e o seu contexto histórico. Na sequência, trataremos das características, das produções literárias e dos principais autores do Concretismo. Para finalizar, veremos alguns exercícios sobre o tema.

1ª Etapa: O que foi o Concretismo?

O Concretismo foi um movimento que surgiu em meados do século XX. Com origem na Europa, o movimento se destacou no Brasil pela poesia concreta.

Para saber mais sobre o Concretismo, sugerimos que assista aos vídeos indicados abaixo:

Literatura – Concretismo ENEM – Educa mais Brasil
Acesso em: 15 de dezembro de 2022.

Literatura – Concretismo – Hexag educação
Acesso em: 15 de dezembro de 2022.

2ª Etapa: Contexto histórico

Para compreender verdadeiramente um movimento literário e as suas características, é essencial entender também o seu contexto histórico.

Considerando o que foi trazido na etapa anterior, no sentido de que o Concretismo surgiu em meados do século XX, você consegue pensar quais aspectos históricos podem tê-lo afetado?

Faça anotações acerca desses pontos e, em seguida, assista ao vídeo abaixo, verificando o que você acertou e que pontos relevantes deixou de lembrar. Com base nisso, esquematize de forma simples, porém completa, as informações mais importantes, que te ajudarão a retomar o assunto no futuro, sempre que necessário.

Concretismo – Brasil escola
Acesso em: 15 de dezembro de 2022.

3ª Etapa: Características das produções literárias do Concretismo

Quando falamos em Concretismo, algumas características se destacam, dentre as quais:
❖ Metalinguagem
❖ Objetividade
❖ Oposição ao impressionismo, ao nacionalismo e ao regionalismo
❖ Oposição às estruturas formais
❖ Simplicidade
❖ Temática universal
❖ Valorização da racionalidade e do planejamento

Concretismo: o que é, principais autores e influência na poesia contemporânea – Curso ENEM gratuito
Acesso em: 15 de dezembro de 2022.

4ª Etapa: Principais autores do Concretismo

Neste último tópico, sugerimos um exercício: busque em sua memória os autores que foram mencionados ao longo dos materiais sugeridos neste roteiro, e faça uma lista de seus nomes. Será que você conseguiu compreender quais foram os autores mais relevantes do período?

Caso não lembre, retorne aos vídeos e, assistindo com bastante atenção, faça anotações.

Em seguida, veja se conseguiu chegar próximo da lista abaixo, que traz os principais autores desse movimento literário:

❖ Arnaldo Antunes
❖ Augusto de Campos
❖ Décio Pignatari
❖ Ernesto Manuel de Melo e Castro
❖ Haroldo de Campos
❖ Max Bill
❖ Öyvind Fahlström
❖ Paulo Leminski
❖ Salete Tavares
❖ Vladimir Maiakovski

5ª Etapa: Questões

Seguem abaixo alguns exemplos de como o tema usualmente aparece nas provas. O gabarito está depois das questões.

Questão 1 (ENEM) O poema a seguir pertence à poesia concreta brasileira. O termo latino de seu título significa “epitalâmio”, poema ou canto em homenagem aos que se casam.

Considerando que símbolos e sinais são utilizados geralmente para demonstrações objetivas, ao serem incorporados no poema “Epithalamium — II”,
A) adquirem novo potencial de significação.
B) eliminam a subjetividade do poema.
C) opõem-se ao tema principal do poema.
D) invertem seu sentido original.
E) tornam-se confusos e equivocados.

Resolução:
Alternativa A. Os símbolos e sinais incorporados no poema adquirem novo potencial de significação, como, por exemplo, o S da palavra inglesa She, que pode representar uma serpente.

Questão 2 (ENEM)

da sua memória

mil

e

mui

tos

out

ros

ros

tos

sol

tos

pou

coa

pou

coa

pag

amo

meu

ANTUNES, A. 2 ou + corpos no mesmo espaço. São Paulo: Perspectiva, 1998.

Trabalhando com recursos formais inspirados no Concretismo, o poema atinge uma expressividade que se caracteriza pela
A) interrupção da fluência verbal, para testar os limites da lógica racional.
B) reestruturação formal da palavra, para provocar o estranhamento no leitor.
C) dispersão das unidades verbais, para questionar o sentido das lembranças.
D) fragmentação da palavra, para representar o estreitamento das lembranças.
E) renovação das formas tradicionais, para propor uma nova vanguarda poética.

Resolução:
Alternativa D. No poema, é possível perceber a fragmentação de palavras como, por exemplo, “mui/ tos”. Além disso, a distribuição delas, no espaço, sugere o estreitamento das lembranças, mencionadas no título.

Questão 3 (ENEM)

MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA. Oswald de Andrade: o culpado de tudo. 27 set. 2011 a 29 jan. 2012. São Paulo: Prol Gráfica, 2012.

O poema de Oswald de Andrade remonta à ideia de que a brasilidade está relacionada ao futebol. Quanto à questão da identidade nacional, as anotações em torno dos versos constituem
A) direcionamentos possíveis para uma leitura crítica de dados histórico-culturais.
B) forma clássica da construção poética brasileira.
C) rejeição à ideia do Brasil como o país do futebol.
D) intervenções de um leitor estrangeiro no exercício de leitura poética.
E) lembretes de palavras tipicamente brasileiras substitutivas das originais.

Resolução:
Alternativa A. As anotações são informações extras, de caráter histórico-cultural, para direcionar, ou facilitar, a leitura.”

Questões 1, 2 e 3
Acesso em: 15 de dezembro de 2022.

Questão 4 (Enem)

Erro de português

Quando o português chegou
Debaixo de uma bruta chuva
Vestiu o índio
Que pena!
Fosse uma manhã de Sol
O índio tinha despido
O português.

Oswald de Andrade. Poesias reunidas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

O primitivismo observável no poema acima, de Oswald de Andrade, caracteriza de forma marcante
A) o regionalismo do Nordeste.
B) o concretismo paulista.
C) a poesia pau-brasil.
D) o simbolismo pré-modernista.
e) o tropicalismo baiano.

Resolução:
Alternativa C.
Para excluir a alternativa B, nessa questão, é preciso saber que o poema “Erro de português” não apresenta as características do concretismo. Afinal, ele faz parte da poesia pau-brasil, isto é, da primeira fase do modernismo brasileiro.

Questão 5 (Enem)

CLARK, L. Bicho de bolso. Placas de metal, 1966 (crédito: reprodução)

O objeto escultórico produzido por Lygia Clark, representante do neoconcretismo, exemplifica o início de uma vertente importante na arte contemporânea, que amplia as funções da arte. Tendo como referência a obra Bicho de bolso, identifica-se essa vertente pelo(a)
A) participação efetiva do espectador na obra, o que determina a proximidade entre arte e vida.
B) percepção do uso de objetos cotidianos para a confecção da obra de arte, aproximando arte e realidade.
C) reconhecimento do uso de técnicas artesanais na arte, o que determina a consolidação de valores culturais.
D) reflexão sobre a captação artística de imagens com meios óticos, revelando o desenvolvimento de uma linguagem própria.
E) entendimento sobre o uso de métodos de produção em série para a confecção da obra de arte, o que atualiza as linguagens artísticas.

Resolução:
Alternativa A.
Uma das características da arte neoconcreta é permitir a interação, a participação do receptor. Isso está evidenciado na foto, a qual mostra que o espectador pode interatuar com o objeto artístico.

Questão 6 (Unicamp) O poema abaixo é de autoria do poeta Augusto de Campos, integrante do movimento concretista.

Augusto de Campos, Viva vaia. Poesia: 1949-1979. São Paulo: Ateliê Editorial, 2000, p. 116-117 (crédito: reprodução)

Nesse poema, nota-se uma técnica de composição que consiste
A) na disposição arbitrária de anagramas, sem produzir uma relação de sentido com o título do poema.
B) na disposição exaustiva de anagramas, sem produzir uma relação de sentido com o título do poema.
C) na disposição arbitrária de anagramas, para produzir uma relação de sentido com o título do poema.
D) na disposição exaustiva de anagramas, para produzir uma relação de sentido com o título do poema.

Resolução:
Alternativa D.
Uma das características da poesia concreta é seu caráter racional, o que faz com que a obra seja resultado do planejamento do poeta. Portanto, a disposição dos anagramas não pode ser arbitrária, já que ela produz uma relação de sentido com o título do poema, isto é, “Acaso”, palavra geradora de inúmeros anagramas, apresentados em uma “disposição exaustiva”.

Questões 4, 5 e 6
Acesso em: 15 de dezembro de 2022.

Roteiro de estudos elaborado pela Professora Daniela Leite Nunes.
Coordenação Pedagógica: Prof.ª Dr.ª Aline Monge

Talvez Você Também Goste

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.