Conteúdos

Este roteiro de estudos apresenta como se preparar para escrever a redação do Enem, compreendendo as competências avaliadas na prova, conhecendo os temas das últimas edições e aprendendo estratégias para revisar e corrigir sua redação. Com dicas sobre o que não fazer na redação do Enem, sugere a utilização de um recurso virtual chamado Cira (Corretor Inteligente de Redações Automático), um corretor inteligente e automático de redações que estabelece pontuação e apresenta sugestões para melhorar o texto, com base nos critérios de correção do Enem.

● Modelo de redação do Enem;
● Competências avaliadas;
● Como revisar e corrigir sua redação; e
● O que não fazer na redação do Enem.

Objetivos

● Entender a como se preparar para a redação do Enem;
● Compreender as competências avaliadas; e
● Aprender estratégias para revisar e corrigir sua redação.

Veja também:

Estudar em casa: coesão e coerência na redação de textos

Estudar em casa: entenda semântica e aprimore escrita e interpretação de textos

Palavras-Chave:

Língua portuguesa. Redação. Enem. Competências. Critérios.

Proposta de Trabalho:

Este roteiro pretende apresentar os pontos mais relevantes para a redação do ENEM.
Com o intuito de enriquecer o roteiro, algumas sugestões de materiais complementares foram feitas no final. Não deixe de verificá-las.

Bons estudos!

1ª Etapa: Conheça o modelo de redação do Enem

O modelo de redação solicitado pelo Enem é um texto dissertativo-argumentativo e, além disso, é necessário apresentar uma proposta de intervenção possível, coerente e criativa.

A estrutura que deve ser seguida é composta de:
a) Introdução;
b) Desenvolvimento; e
c) Conclusão.

Para conhecer os principais pontos, no que diz respeito à estruturação do texto, verifique também o nosso roteiro de estudos “Passo a passo para planejar e organizar sua redação”.

2ª Etapa: Saiba quais competências são avaliadas

Na redação do Enem, são avaliadas 5 competências, sendo conferidos até 200 (duzentos) pontos a cada uma delas. Essas competências são o que guia o olhar do avaliador, portanto é muito importante que você saiba quais são elas:

Competência 1: demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;
Competência 2: compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
Competência 3: selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista
Competência 4: demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; e
Competência 5: elaborar proposta de solução para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Para saber mais sobre a forma como cada uma das competências é analisada no momento da correção da redação, acesse a Cartilha do Participante 2020, disponibilizada pelo INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (acesso em 7 de maio de 2021).

3ª Etapa: Estude edições anteriores

A consulta às edições anteriores é uma estratégia valiosa para entender o que esperar, além de poder servir de inspiração para o seu treino.

Confira os temas das redações do Enem dos últimos anos e aproveite para pensar em possíveis abordagens e propostas de intervenção para cada uma delas:

• 2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil;
• 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil;
• 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira;
• 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil;
• 2017: Desafio para a formação educacional de surdos no Brasil;
• 2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet.
• 2019: Democratização do acesso ao cinema no Brasil
• 2020: O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira

Uma excelente maneira de estudar é treinar bastante, por isso sugiro escrever redações para cada um dos temas listados acima.

4ª Etapa: Saiba como revisar e corrigir suas redações

Para que o seu estudo traga resultados, é muito importante que você aprenda a revisar e corrigir seus próprios textos.

Uma dica que pode ser aplicada às suas práticas é ler os textos em voz alta. Isso te ajudará a identificar possíveis inconsistências, tanto na construção do texto quanto na estrutura dos seus argumentos.

Outra boa estratégia é voltar a ler os textos algumas semanas depois que você os elaborou. Fazer a releitura com um outro olhar se ajudará a encontrar pontos de melhoria que se tornarão aprendizados valiosos para as suas próximas redações.

Por fim, também é muito enriquecedor pedir que outras pessoas leiam os seus textos e façam comentários. Uma ferramenta criada por pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) e do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, pode te ajudar a ter esses comentários de forma rápida, objetiva e bastante eficiente. Podendo ser usado por meio de um aplicativo chamado Cira (Corretor Inteligente de Redações Automático) ou com o uso do site, esse corretor estabelece pontuação e apresenta sugestões para melhorar o texto. Tudo com base nos critérios de correção do Enem. Saiba mais aqui. (acesso em 7 de maio de 2021).

5ª Etapa: O que não fazer na redação do Enem?

Agora que já passamos pelos pontos mais relevantes, no que diz respeito à sua preparação para a redação do Enem, é muito importante saber também o que não fazer.

O descumprimento das regras abaixo pode tirar pontos preciosos e até mesmo zerar a sua redação!

• tenha cuidado para não fugir do tema;
• não escreva em linguagem coloquial;
• não desrespeite os direitos humanos, sob hipótese alguma, ao expor suas ideias;
• não desrespeite o gênero textual;
• não copie os textos de apoio;
• não escreva menos do que 7 linhas, nem mais do que 30 linhas;
• não deixe de observar as normas gramaticais da língua portuguesa;
• não ultrapasse o recuo das linhas;
• não pule linhas;
• não esqueça da coesão e da coerência (veja também o roteiro de estudos “Coesão e coerência na elaboração de textos”);
• não deixe de detalhar a sua proposta de intervenção;
• não escreva em outros idiomas, apenas em português;
• não entregue a sua redação em branco (mesmo que a redação esteja escrita na folha de rascunho, sua nota será zero!); e
• não se identifique (seja com seu nome, apelido, assinatura ou rubrica, é absolutamente proibido incluir na redação elementos que possibilitem a sua identificação).

Roteiro de Estudos elaborado pela Professora Daniela Leite Nunes

Materiais Relacionados

Sugerimos o acesso dos seguintes materiais complementares:

Como escrever a redação perfeita no Enem?
Acesso em: 6 de maio de 2021.
Redação para o Enem – aula 1
Acesso em: 6 de maio de 2021.
Competência 1 da redação Enem
Acesso em: 6 de maio de 2021.
Competência 2 da redação Enem
Acesso em: 6 de maio de 2021.
Competência 3 da redação Enem
Acesso: 6 de maio de 2021.
Competência 4 da redação Enem
Acesso em: 6 de maio de 2021.
Competência 5 da redação Enem
Acesso: 6 de maio de 2021.
Redação Enem: por onde começar a estudar?
Acesso: 6 de maio de 2021.

Continue estudando:

Roteiro de estudos: tipos e gêneros textuais

Roteiro de estudos: entenda o uso e as funções dos advérbios

Talvez Você Também Goste

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.