(Crédito: arquivo/Seed)
Dados da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep) apontam que as escolas particulares apresentaram uma redução entre 10% e 12% das matrículas em 2016. Além de questões financeiras, o retorno da classe média para a escola pública também é motivado pela reserva de vagas em universidades públicas para alunos que estudaram na rede estadual e municipal. Mas, afinal, o que os pais precisam saber antes de transferirem seus filhos para a escola pública? Confira oito dicas sugeridas por pedagogos e outros especialistas!
1 – Defina o endereço de referência
O primeiro passo é procurar qualquer escola pública e levar o comprovante de residência ou o endereço de trabalho de um dos pais, além de certidão de nascimento da criança e RG. “A vaga é concedida na escola mais próxima do endereço indicado. Em alguns Estados e municípios, o pai pode optar entre o endereço de casa ou do seu trabalho, o que facilita bastante na logística diária”, explica a diretora de Planejamento, Gestão e Matrícula do Estado de São Paulo (SP), Andréia Grecco. Caso a vaga concedida seja em escola que o pai não aprove, é possível solicitar a transferência – mediante a disponibilidade de vaga da nova escola escolhida.
2 – Visite o interior da escola
“O pai pode pedir para entrar na escola e conhecer o prédio. Nessa hora, confira a limpeza e como estão os equipamentos. Vale checar também se a escola tem biblioteca, sala de leitura, de informática, e outras instalações”, orienta a pedagoga e diretora da Prefeitura Municipal de São Paulo, Maria Cristina Scavazza.
3 – Conheça o quadro de funcionários
Os pais também podem solicitar informações para a diretora sobre o quadro de professores da escola. Ele está completo? Há professores de licença, sem substitutos? A rotatividade de professores é grande ou os profissionais possuem um vínculo maior com a escola e com os alunos?
4 – Pesquise nas redes sociais
Muitas escolas públicas possuem Facebook, blog e canais no YouTube. Navegar pela internet ajuda a descobrir a opinião dos alunos sobre a escola e conhecer algumas das atividades desenvolvidas pelos professores em sala de aula.
5 – Como anda o desempenho da escola nas avaliações externas?
No site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), é possível verificar a situação da escola no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou descobrir se o seu Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) aumentou ou caiu nos últimos anos.
6 – Atividades extracurriculares
Muitas escolas públicas desenvolvem atividades em seu contraturno – o que pode garantir uma tranquilidade extra para os pais que trabalham o dia inteiro. Nesse caso, vale a pena conferir se a criança se identifica com as atividades propostas pela escola, como esportes, idiomas, informática, entre outros.
7 – Participação dos pais
Uma das vantagens da rede pública é que os pais podem participar mais efetivamente das decisões da escola por meio das reuniões da Associação de Pais e Mestres (que acontecem bimestralmente) e do Conselho da Escola (que acontecem mensalmente). Ao lado da gestão e dos professores, eles podem opinar sobre o destino das verbas recebidas, sobre o projeto político pedagógico e sobre as atividades extracurriculares desenvolvidas, entre outros.
8 – Conheça o entorno da escola
As ruas ao redor da escola são bem sinalizadas? Houve casos de violência no entorno registrados nos últimos anos? Essas e outras informações podem ser averiguadas pelos responsáveis da criança e do adolescente antes da matrícula.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Duolingo estimula vocabulário nas aulas de inglês, mas é deficiente em oralidade

Professores indicam formas de usar ferramenta para complementar currículo e mediar aprendizagem

Anabolizantes podem ser tema de aulas de química orgânica no ensino médio

Aluno que modificou corpo inspirou professora do Paraná a elaborar sequência didática

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.