A empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro, ou seja, de compreender sentimentos e perspectivas de outra pessoa. Ela é considerada uma habilidade socioemocional complexa por mobilizar as aptidões de reconhecer, respeitar e responder a emoções e vivências alheias compassivamente.  Por isso, não pode ser explicada na teoria, mas estimulada e vivenciada.

Na escola, promover situações que modelem comportamentos empáticos é importante para o desenvolvimento de habilidades sociais entre os estudantes, como uma comunicação eficaz, cooperação e resolução de conflitos. Também ajuda a prevenir o bullying e a formar cidadãos mais atentos às questões da justiça, igualdade social e inclusão. 

A seguir, separamos seis livros infantojuvenis para o professor trabalhar a empatia na escola. São histórias que apresentam as perspectivas de personagens que vivenciam situações de vulnerabilidade social ou que contaram com a empatia de amigos e familiares para superar desafios. Confira!  

Invisível

Tom Percival, Editora Catapulta, 2022.

Isabel e sua família enfrentam uma mudança para o outro lado da cidade, onde vivem em condições vulneráveis. A garota passa a se sentir como se as pessoas ao seu redor não a notassem. História recomendada para crianças acima de 5 anos.

 

Refugiados

Ilan Brenman, Editora Moderna, 2019.

O livro retrata o deslocamento de várias famílias em tempos e espaços distintos que saem do Egito rumo à Bagdá, Constantinopla, Europa e Estados Unidos. As partidas e chegadas são marcadas por medo, incertezas e novas oportunidades. Indicado para crianças acima de nove anos.

Dois meninos de Kakuma

Marie Ange Bordas, Editora Pulo do Gato, 2018.

O livro apresenta a vida de Geedi e Deng, duas crianças que vivem no campo de refugiados de Kakuma, no Quênia. Por meio do olhar deles e de fotoilustrações, conhecemos seu cotidiano, esperanças e temores. A obra aproxima as crianças da realidade das pessoas que buscam refúgio. 

Bicos quebrados

Nathaniel Lachenmeyer, Editora Global, 2003

A obra apresenta a história de um jovem pardal cuja vida foi devastada após ter seu bico quebrado misteriosamente. Fraco e faminto, ele perambula sozinho pelas ruas em busca de alimento. É quando ele encontra um homem com um bico quebrado, magro e sujo, que lhe oferece metade de um pedaço de pão. Essa narrativa conta as dificuldades de um morador de rua por meio da relação entre o pardal e o mendigo. Indicado para crianças a partir de nove anos.

Amarílis

Eva Furnari, Editora Moderna, 2013

Luísa gosta de inventar histórias para iluminar o mundo de seu irmão e companheiro de aventuras Tiago. A partir dessa narrativa, o livro aborda temas como diferenças, necessidades especiais e relacionamento entre irmãos.  Indicado para crianças entre 9 e 12 anos.

Todas as cores de Malu 

Rosana Mont’Alverne, Editora Aletria 2016

Conhecemos Malu, uma menina pretinha, magrelinha, de olhinhos arregalados, que se vê em uma casa enorme cheia de pessoas branquinhas. Desde cedo, ela aprendeu que as cores estão presentes em tudo, inclusive nos sentimentos. Um dia, ela acorda em um quarto todo vermelho. A empatia e apoio de seus amigos serão importantes para ela se recuperar desse grande desafio. Recomendado para crianças de 5 a 10 anos.

Veja mais:

Centenário de Tatiana Belinky: obra da autora ajuda a discutir empatia e ética com crianças

6 links com atividades para trabalhar a empatia na escola

Como trabalhar habilidades socioemocionais usando metodologias ativas?

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

6 links com atividades para trabalhar a empatia na escola

Propostas estimulam entendimento sobre culturas diferentes e sentimentos dos colegas

há 4 anos
Notícias

Confira 5 livros para abordar a cozinha afrodiaspórica em sala

Tema estimula a reflexão dos alunos sobre a diversidade da culinária e da cultura dos povos africanos

há 2 horas
Notícias

19 planos de aula para ensinar história do Brasil

Materiais abordam povos originários, colonização, escravismo, repúblicas e ditadura

há 4 semanas
Notícias

4 livros para estreitar a relação entre família e escola

Obras abordam os benefícios da colaboração mútua para o desenvolvimento dos alunos

há 1 mês

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.