Leonardo Valle

A bengala oferece um bom auxílio para a pessoa com deficiência visual na hora dela andar na rua, ajudando a identificar obstáculos como postes, canteiros e degraus. Contudo, o item não é eficiente para aqueles objetos que estão no caminho, mas não têm contato com o chão, como uma janela aberta, placas, portões automáticos, entre outros.

Foi pensando em solucionar esse problema que o estudante Luan de Oliveira, da Escola Técnica Estadual (Etec) Prof. Armando Bayeux da Silva, de Rio Claro (SP), desenvolveu uma pulseira com sensor. Seu objetivo é fazer com essa população tenha mais autonomia na mobilidade urbana.

A peça é utilizada no pulso oposto ao da bengala e alerta mulheres e homens cegos sobre a presença de objetos que se encontram acima da linha da cintura. Seu funcionamento ocorre baseado em um sensor ultrassônico que se comunica com um microcontrolador, semelhante a um chip. Detectado um obstáculo à frente, a pulseira vibra conforme o usuário se aproxima dele.

Estudante Luan de Oliveira com sua criação: pulseira com sensor para melhorar a mobilidade urbana de pessoas com deficiência visual (crédito: Campos Fotografia)

 

Para desenvolver a inovação, Oliveira teve a consultoria de pessoas com deficiência visual, que testaram a peça. Seu objetivo, agora, é melhorar o design da pulseira e estudar a possibilidade de comunicação entre o dispositivo e o celular.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, o Brasil conta com mais 6,5 milhões de pessoas com alguma deficiência visual. Dessas, 528.624 pessoas são cegas e aproximadamente 6 milhões possuem baixa visão ou visão subnormal.

Veja mais:
“Não se deve ter medo de ajudar um cego a atravessar a rua”, diz autora
Publicação explica Estatuto da Pessoa com Deficiência em linguagem acessível

Crédito da imagem principal: AndreyPopov – iStock

Deixe um comentário

Talvez Você Também Goste

Notícias

Políticas para a pessoa com deficiência devem considerar diferenças de gênero, alerta guia online

Medidas aumentariam acesso a direitos por mulheres dessa população, segundo coletivo feminista

há 2 meses
Notícias

App colaborativo mapeia serviços para autistas em cidades brasileiras

Usuários podem cadastrar ou avaliar estabelecimentos já indicados na plataforma

há 6 meses
Notícias

Websérie traz histórias de pessoas que sofrem com invisibilidade social

Refugiada, catadora de recicláveis, mulher transgênera, cadeirante e obeso compartilham seus relatos

há 7 meses
Notícias

Site disponibiliza livros infantojuvenis em formato acessível e inclusivo

Há obras de Cecília Meireles, Ana Maria Machado e Fernando Sabino em Libras e áudio

há 7 meses

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.