Leonardo Valle

Os brasileiros já sofrem os impactos das mudanças climáticas no seu dia a dia. Algumas dessas histórias são contadas no documentário “O Amanhã é hoje – o drama de brasileiros impactados pelas mudanças climáticas”. O filme é uma iniciativa de sete organizações da sociedade civil e pode ser assistido on-line.

Entre os casos apresentados, estão o de uma indígena que tornou-se brigadista voluntária depois de um incêndio florestal atingir a terra de seu povo; o de uma pequena agricultora do sertão de Pernambuco, que enfrentou seis anos de seca; e o da comunidade caiçara centenária do litoral paulista obrigada a mudar de lugar em razão de uma erosão causada pelo avanço do mar. Além das histórias de um comerciante fluminense, que testemunhou seu negócio ser destruído pelas chuvas em Friburgo (RJ), em 2011; de um produtor de ostras catarinense penalizado pelo aumento da temperatura do mar; e de uma mulher que perdeu dois carros, em Santos (SP), para uma ressaca que atingiu a costa da cidade.

Para completar, o documentário reúne depoimentos de especialistas, como o professor de economia da Universidade de São Paulo (USP), Ricardo Abramovay; do pesquisador Carlos Souza, do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), e do climatologista José Marengo, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Eles assinam dois pareceres inéditos que revelam como o desmatamento, em especial o da Amazônia, agrava os impactos do clima na produção agropecuária, no fornecimento de água do país, na emissão de gases de efeito estufa, nos incêndios florestais, entre outros.

“Queremos mostrar a importância de se ter a floresta Amazônica em pé para conter o aquecimento global. O Brasil tem fundamental contribuição global na luta contra as mudanças climáticas. É necessário conter imediatamente o desmatamento, que é o principal fator de emissões brasileiras, e que contribui para que o país seja o sétimo do mundo que mais emite gases de efeito estufa”, alerta a especialista do Greenpeace em mudanças climáticas, Fabiana Alves.

“Além disso, as consequências do aquecimento estão acontecendo neste momento no Brasil, com centenas de pessoas passando pelo drama de perderem sua produção, arriscarem a vida para conter o fogo na floresta e perderem suas casas com o aumento de eventos extremos”, complementa.

O documentário é uma realização da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), Artigo 19, Conectas Direitos Humanos, Engajamundo, Greenpeace, Instituto Alana e Instituto Socioambiental (ISA).

Veja mais:
Relatório da ONU apresenta benefícios em limitar aquecimento global a 1,5°C
Aquecimento global poderá extinguir até 10% dos anfíbios da Mata Atlântica, segundo estudo
Continuidade do desmatamento pode causar colapso da floresta amazônica, avalia pesquisador

Crédito da imagem: reprodução site O Amanhã é hoje

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

Vídeo da USP ensina sobre ciclo do carbono e energias não renováveis

Produção explica, de forma didática, relação do elemento químico com efeito estufa e aquecimento global

há 3 anos
Notícias

Estudo prevê como floresta amazônica reagirá ao aquecimento global

Entre possibilidades, carência de fósforo pode dar espaço para vegetação típica de cerrado

há 2 anos
Notícias

6 benefícios pouco conhecidos das florestas para o planeta

Lista divulgada pela FAO inclui fornecimento de alimentos, medicamentos e até combustível

há 2 anos
Notícias

Em vídeo, cientistas debatem ameaças aos oceanos

Segundo especialistas, mudanças climáticas e poluição por microplástico estão entre os principais problemas

há 3 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.