Leonardo Valle

A campanha da Organização da Nações Unidas (ONU) Livres & Iguais lançou um documento para ajudar a integrar pessoas LGBTI ao mercado de trabalho e à sociedade. Destinado a empresas e à sociedade civil, o folder apresenta padrões de conduta e mostra como a inclusão pode ser positiva para todos.

Segundo a entidade, o preconceito contra essa população prejudica tanto o profissional LGBTI quanto a economia mundial. Uma pesquisa de 2016 publicada na revista científica norte-americana “Sociological Research for a Dynamic World”, 30% das mulheres com currículos contendo sugestões de que seriam lésbicas, bissexuais ou trans receberam menos retornos de processos seletivos. Outro levantamento, divulgado em 2011 na “Harvard Business Review”, apontou que profissionais LGBT “não assumidos” têm 73% mais chances de deixar seu emprego do que funcionários “assumidos”.

Por fim, um estudo recente do Banco Mundial estimou que a discriminação contra pessoas LGBTI pode custar aproximadamente 32 bilhões de dólares ao ano por fatores como força de trabalho reduzida, perda de talentos ou falta de produtividade, o que seria equivalente a uma economia do tamanho da Índia. O montante poderia ser utilizado em serviços essenciais, como educação e saúde.

A Livres & Iguais é uma iniciativa das Nações Unidas para promover a igualdade de direitos e o tratamento justo de lésbicas, gays, bissexuais, pessoas trans e intersexo.

Veja mais:
Políticas de diversidade no mercado de trabalho trazem benefícios às empresas e à sociedade
Site reúne banco de dados com currículos de pessoas transgêneras
Para advogados, aprovação do Estatuto da Diversidade Sexual reduziria mortes de LGBTIs

Crédito da imagem: reprodução site Livres & Iguais

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

Igualdade de gênero no mercado de trabalho pode ajudar a reduzir pobreza na América Latina, diz ONU

Relatório aponta que participação das mulheres aumentou, mas ainda está abaixo de países desenvolvidos

há 2 anos
Notícias

Cartilha ajuda a prevenir e lidar com assédio moral no ambiente de trabalho

Publicação do Tribunal Superior de Justiça explica as formas como essa prática abusiva se manifesta

há 3 anos
Notícias

Cartilha orienta sobre violência contra a mulher no trabalho

Publicação do Ministério Público do Trabalho explica assédio moral, sexual e outros crimes

há 3 anos
Notícias

Site reúne banco de dados com currículos de pessoas transgêneras

Objetivo do TransEmpregos é fazer a ponte entre empresas inclusivas e essa população

há 3 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.