Sarah Fernandes

Um resumo das três décadas de história do HIV no Brasil estará nos cinemas de todas as capitais do país durante outubro. O documentário “Carta para Além dos Muros”, dirigido por André Canto, traz para as telonas uma narrativa sobre o vírus inspirada na série de crônicas do escritor Caio Fernando Abreu.

Por meio de depoimentos, o documentário, com cerca de 1h30 de duração, investiga e expõe o estigma e a discriminação das pessoas com HIV. “É uma construção social muito difícil de quebrar, mas o objetivo é colaborar com todas as ações realizadas nessa tentativa de enfrentamento”, contou o diretor André Canto à Unaids, braço da ONU parceiro da iniciativa.

Pelo menos 30 pessoas dão voz à história, entre elas estão o médico e escritor Drauzio Varella, a mãe do cantor Cazuza, Lucinha Araújo, os ex-ministros da Saúde José Serra e José Gomes Temporão, além de pessoas que vivem com HIV e ativistas que trabalham para acabar com o preconceito, como os youtubers Gabriel Estrela e Gabriel Comicholi. O filme traz, ainda, o depoimento da médica Valéria Petri, que identificou o primeiro caso de Aids no Brasil.

Cena do documentário “Carta para Além dos Muros” (crédito: reprodução site Unaids)

 

“Temos vivido, nos últimos anos, uma revolução no campo da medicina, da ciência e das tecnologias. Hoje, a gente precisa que essa revolução se reflita também na área social e de direitos humanos”, destacou Cleiton Euzebio de Lima, diretor interino da Unaids no Brasil, instituição que ofereceu apoio institucional e técnico para a elaboração do documentário. “E esses avanços na área social não dependem de uma pílula ou tecnologia, mas especialmente de que todas as pessoas, em todos os lugares, falem mais sobre o HIV e se disponham a aprender mais sobre o tema, sem tabus, sem estigma e ou discriminação.”

A produção, primeira do gênero a refazer a cronologia do HIV e da Aids no país, homenageia o autor gaúcho Caio Fernando Abreu, que, em 1994, revelou publicamente sua sorologia. Ele abordou o tema em uma série de crônicas publicadas no jornal “O Estado de S. Paulo’, chamada Carta para Além dos Muros. O escritor brasileiro morreu em 1996, por complicações decorrentes da doença.

Veja mais:
Rodas de acolhimento trazem conforto para jovens que vivem com HIV
Site apresenta informações para jovens recém-diagnosticados com HIV
ONU orienta sobre discriminação de pessoas vivendo com HIV
Projeto usa minidocumentários criados por jovens para conscientizar sobre questões sociais e de saúde

Deixe um comentário

Talvez Você Também Goste

Notícias

Guia do Unicef esclarece dúvidas de jovens HIV positivo em tempos de coronavírus

Perguntas respondidas na publicação foram recebidas pelas redes sociais

há 1 mês
Notícias

Site apresenta informações para jovens recém-diagnosticados com HIV

Iniciativa da Unaids, ‘Deu Positivo, e Agora?’ aborda o tema em linguagem acessível

há 2 anos
Notícias

ONU orienta sobre discriminação de pessoas vivendo com HIV

Publicação reúne leis de proteção e órgãos a serem buscados em caso de preconceito

há 3 anos
Notícias

20 charges contra racismo e censura no Brasil são reunidas em exposição online

Obras selecionadas retratam temas atuais como genocídio da população negra, violência policial e intervenção militar

há 23 horas

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.