Mais de 43 milhões de hectares foram desmatados nas frentes de atuação da ONG WWF em todo o mundo, entre 2004 e 2017. A área equivale praticamente ao tamanho de Marrocos, como aponta o relatório internacional “Frentes de desmatamento: vetores e respostas em um mundo em evolução” .

Foram avaliados 29 países, incluindo o Brasil, no qual a pecuária e o cultivo de soja são apontados como causas de desmatamento na Amazônia; e a extração madeireira no Cerrado. Segundo o documento, um traço comum é a constante ampliação da malha rodoviária associada à expansão da mineração e da extração madeireira, que são frequentemente seguidas pela agricultura comercial.

O desmatamento também se expande em lugares onde há pressões causadas pela mineração informal e pela expansão de assentamentos humanos. “A extração madeireira ilegal em grande escala, muitas vezes para fornecer madeira aos mercados internacionais, também leva à degradação florestal”, afirma o documento.
Pressão do mercado

Na África, a agricultura de subsistência continua sendo o principal fator de desmatamento, com crescimento da agricultura comercial e extração madeireira em pequena escala para geração de energia.

“Uma nova tendência em várias regiões é o aumento do número de pequenos produtores que cultivam commodities agrícolas como cacau, óleo de palma de milho ou criam gado – às vezes para a exportação, mas muitas vezes para atender à demanda crescente dos mercados domésticos”, alerta.

Com WWF

Veja mais:

Soja, pecuária intensiva e mineração colocam preservação do Pampa em risco

Legado de Chico Mendes, reservas extrativistas ajudaram a frear desmatamento da Amazônia

Desmatamento zero e rotação do gado ajudam pecuária a reduzir impactos ambientais

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

Ausência de lei de proteção federal deixa Pantanal vulnerável, aponta e-book

Publicação traz as principais ameaças ao bioma e alternativas para combatê-las

há 10 meses
Notícias

Composteiras comunitárias instaladas em praças reduzem resíduos destinados aos aterros

Quando elaborada corretamente, iniciativa não produz odor e ainda gera adubo fertilizante

há 10 meses
Notícias

Plataforma online reúne iniciativas para criar cidades mais sustentáveis

Projeto mapeou 358 experiências já realizadas que melhoram qualidade de vida e fortalecem meio ambiente

há 10 meses
Notícias

Curso online gratuito esclarece papel de empresas e governo na gestão ambiental

Iniciativa tem duração de 45 horas e não exige pré-requisitos para participação

há 1 ano

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.