Um alto número de violações contra jornalistas e comunicadores ocorrido no primeiro semestre de 2020 foi motivado pela publicação de conteúdos da pandemia do novo coronavírus (covid-19). O tema foi responsável por 12,5% dos 160 registros contra liberdade de expressão monitorados pela organização entre 2019 e 2020, no Brasil. Os dados são do relatório “Violações à liberdade de expressão”, da ONG internacional Artigo 19, que compila e analisa ataques a esses profissionais.

Aproximadamente 10% dos casos ocorreram durante coberturas em hospitais e comércios que permaneceram abertos, contrariando decretos municipais e estaduais, assim como as políticas de prevenção contra o vírus. Os dados ainda apontam que 72% dos ataques registrados foram realizados diretamente por membros do Governo Federal, pelo Presidente da República e agentes políticos associados.

Mudança de perfil

O documento é publicado anualmente e também contabiliza casos de homicídios, tentativas de assassinato e ameaças de morte a comunicadores. Nessas categorias, foram registrados 38 casos de graves violações, sendo 27 em 2019 e 11 em 2020. Desse total, são 32 ameaças de morte, quatro tentativas de assassinato e dois homicídios.

Segundo a instituição, os dados são similares à média histórica de 30 casos por ano, indicando que a prevenção desses crimes não avançou no país. As regiões Sudeste e Nordeste reúnem, juntas, a maioria das violações no período analisado.

Houve, ainda, uma mudança de perfil entre os autores dos ataques. Enquanto nos últimos anos, os responsáveis eram majoritariamente políticos eleitos e de âmbito local, em 2019, as violações migraram para o campo da violência digital. Geralmente, realizadas de forma anônima ou por cidadãos comuns.

O relatório está disponível online e tem contribuição da jornalista da Maré (RJ) Gizele Martins, sobre o papel da comunicação comunitária e popular no combate à desinformação.

Com Artigo 19

Veja mais:

Rede de proteção previne violência contra jornalistas e promove liberdade de expressão

Brasil registra maior queda em liberdade de expressão entre nações

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

Publicação gratuita orienta sobre o direito ao protesto no Brasil

ONG Artigo 19 apresenta estratégias e instrumentos jurídicos que garantem manifestações

há 3 anos
Notícias

Brasil registra maior queda em liberdade de expressão entre nações

Entidade internacional analisou dados de 2015 a 2018 em 161 países

há 4 anos
Notícias

Brasil é o país das Américas com menor liberdade de imprensa

Relatório internacional responsabiliza instabilidade política e processos judiciais abusivos contra repórteres

há 6 anos
Notícias

Especial étnico-racial reúne expressões que debatem racismo e preconceito

Especialistas explicam em vídeos no Instagram sete verbetes que integram dicionário recém-lançado

há 5 meses

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.