Leonardo Valle

Somente 65% dos habitantes da América Latina dispõe de sistema de esgoto, de acordo com o Anuário Estatístico da América Latina e do Caribe 2018. Organizado pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), o documento mapeia o desenvolvimento sociodemográfico, econômico e ambiental dos países da região.

Segundo os dados, coletados em 2017, a população dessa localidade atingiu aproximadamente 652 milhões de habitantes em 2018, com 80% vivendo em áreas urbanas e expectativa de vida de 76 anos. Quanto à moradia, 95% dispõem de luz elétrica e 86% têm acesso à água por tubulação.

As taxas de alfabetização para a região superam 98% para os jovens entre 15 e 24 anos. Já as taxas de matrícula na educação secundária atingem 77%. Contudo, há disparidades educacionais marcantes em relação à renda e o acesso à escola por moradores de áreas urbanas e rurais.

Além disso, as informações do relatório também alertam para desigualdades de gênero. Cerca de 28,1% das mulheres de 15 anos ou mais não contam com renda própria, frente a somente 13,2% dos homens em situação similar.

Com ONU Brasil

Veja mais:
Mulheres negras são mais afetadas pela falta de saneamento básico no Brasil, diz estudo
Meta de saneamento básico não será atingida até 2030 com tendências atuais, alerta relatório
Glossário explica termos sobre preservação da água e saneamento

Crédito da imagem: Chatchai Limjareon – iStock

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

PIB e produção mundial serão afetados até 2050 por escassez de água, alerta ONU

Relatório aponta que mais de dois bilhões de pessoas sofrem com a falta do recurso

há 3 anos
Notícias

Mulheres negras são mais afetadas pela falta de saneamento básico no Brasil, diz estudo

Segundo pesquisa, igualdade de gênero também está ligada à universalização do serviço

há 3 anos
Notícias

Igualdade de gênero no mercado de trabalho pode ajudar a reduzir pobreza na América Latina, diz ONU

Relatório aponta que participação das mulheres aumentou, mas ainda está abaixo de países desenvolvidos

há 2 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.