O Seminário Nacional Trajetórias de Sucesso Escolar (TSE), promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e o Instituto Claro, foi realizado nessa terça-feira (4/06) na sede da Claro, em São Paulo (SP), e reuniu especialistas em educação para debater os recentes dados sobre a distorção idade-série e apresentar boas práticas no enfrentamento do fracasso escolar. O evento contou ainda com a divulgação de uma pesquisa sobre o número de jovens fora da sala de aula.

A abertura foi conduzida pela diretora de desenvolvimento humano e organizacional, cultura e sustentabilidade da Claro e vice-presidente de projetos do Instituto Claro, Daniely Gomiero, que relembrou a parceria com o Unicef desde 2018.

Gomiero também destacou os projetos do Instituto – Dupla Escola, Campus Mobile e o Ação Social pela Música –, que oferecem novas perspectivas na vida de crianças e adolescentes por meio da educação e cidadania. “Estamos presentes em todo o Brasil e apoiamos as comunidades onde atuamos. A educação é o que muda vidas. Queremos formar cidadãos conscientes que possam escolher qual caminho seguir”, explicou.

A pedagoga e chefe de educação do Unicef Brasil, Monica Pinto, enfatizou a necessidade de colaboração entre diferentes setores da sociedade para garantir um futuro melhor para os jovens. “O Brasil pode ser muito diferente. Precisamos da colaboração de todas as áreas do poder público, da saúde e de políticas sociais para garantir o futuro. Não mudaremos a vida dos adolescentes sem coragem e resiliência”, argumentou.

De acordo com a diretora-presidente da Roda Educativa, Tereza Perez, crianças e adolescentes enfrentam desafios na trajetória escolar, como preconceitos raciais e de gênero, além das diferenças culturais e deficiências. “O programa TSE é o que a gente deseja desde o início da escolaridade. Que tenhamos uma trajetória escolar de sucesso desde cedo e que a escola possa trazer o conhecimento com sentido e com prazer”, defendeu.

Debates sobre o enfrentamento do fracasso escolar

Durante o evento, foram realizadas cinco mesas de debates que abordaram os resultados e desafios para garantir a trajetória regular dos estudantes, a importância das lideranças na gestão educacional e estratégias de planejamento para alcançar mais alunos.

O seminário reuniu representantes da Fundação Roberto Marinho, do Itaú Social, Roda Educativa, Consed, Ministério da Educação (MEC), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), além de professores, estudantes e gestores dos estados do Acre, Amapá, Distrito Federal, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Sergipe.

Veja mais:

Brasil reduziu atraso escolar em 6,4% nos últimos cinco anos, aponta Unicef

Crédito da imagem: Divulgação

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

III Encontro Nacional dos Voluntários Inspiradores celebra a força da solidariedade

Evento reuniu colaboradores da Claro participantes do Conexão Voluntária, Asume e Bem-estar Social

há 1 mês
Notícias

Confira os vencedores da 12ª edição do Campus Mobile

Anúncio dos ganhadores foi feito durante live no Instagram

há 2 meses
Notícias

Evento do Dupla Escola promove debate sobre mercado de trabalho

Encontro reuniu novos e ex-alunos para discutir empregabilidade e compartilhar experiências

há 2 meses
Notícias

Instituto Claro e Claro atuam na situação de calamidade pública do Rio Grande do Sul

Podem ser realizadas doações de itens nos locais de coleta, em diferentes estados do país, ou contribuições via pix

há 2 meses

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.