(Crédito: reprodução)    
As pesquisas científicas trazem resultados interessantes, mas que podem ser de difícil compreensão para o público não acadêmico – principalmente crianças e adolescentes. Foi pensando em tornar mais acessível o conhecimento na área de ciências biológicas que o graduando do Instituto de Biociências da Unesp, Iago Bueno da Silva, criou a página de Facebook Apis & Mellifera – Aprendendo Biologia de Forma Descontraída.
O projeto alia duas paixões do estudante: quadrinhos e ciências. “Apis mellifera” é o nome científico das abelhas “comuns” e são justamente esses insetos os protagonistas da página.
“A linguagem técnica acaba camuflando as curiosidades que os trabalhos científicos trazem e foi aí que surgiu a ideia de divulgar tais informações de forma fácil e animada. Escolhi o desenho porque sempre gostei do recurso, e também por atingir as pessoas com mais facilidade”, revela Silva.
Informação segura 
Zoologia, botânica, ecologia e genética são alguns dos temas abordados nos quadrinhos. Contudo, as tirinhas sobre comportamento animal são as preferidas do público.
“Nunca imaginamos que os animais têm a capacidade de fazer coisas tão complexas até pegarmos um estudo que provou isso. Eu fico impressionado com muitas coisas que leio sobre isso, imagine então as pessoas que não conhecem a biologia?”, diz.
Além das imagens, Iago traz uma breve explicação sobre o assunto abordado na postagem. A intenção, contudo, não é se aprofundar em conceitos, mas sim em como a biologia funciona “na prática”. Ao final dos desenhos, publica as referências das pesquisas caso algum leitor queira se aprofundar mais.
“Em qualquer página da internet você acha conceitos biológicos e seus significados, mas o que isso quer dizer na prática é outra coisa. Eu já me deparei com vários exemplos errados sobre animais e plantas em sites, e essa é outra razão pela qual eu me baseio em estudos específicos”, justifica o estudante.
Para ele, a página pode ser usada em sala de aula como complemento para diferentes abordagens dentro da disciplina da biologia. “Muitos assuntos que usei nas tirinhas eu mesmo vi em sala de aula e isso me ajudou a compreender melhor alguns conteúdos. Acredito que exemplificar a disciplina com desenhos e outros recursos visuais é uma ferramenta útil”, complementa.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Chernobyl: série ajuda a explicar radioatividade e guerra fria no ensino médio

Professores indicam como explorar capítulos em aulas de química, física, história e geografia

Karatê na aula de educação física: como apresentar a arte marcial?

Brincadeiras, cartilhas e videoaulas ajudam professor a estruturar sequência didática

Como usar o infográfico como recurso pedagógico?

Atividades ajudam aluno a hierarquizar informações e relacionar diferentes partes do texto

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.