O debate sobre a existência de uma idade ideal para se alfabetizar é antigo e contrapõe pesquisadores de correntes diversas. Isso porque discutir o tema também exige pensar as definições de alfabetização e letramento, a relação da criança com a linguagem, condições sociais e de acesso ao mundo da leitura e escrita, entre outros temas correlatos importantes.

No Brasil, a Política Nacional de Alfabetização (PNA) incentiva a prática no 1º ano do ensino fundamental, aos seis anos de idade. Em vigor desde 2019, o texto também preserva a quinta meta  do Plano Nacional de Educação (PNE), que orienta que todos os alunos estejam alfabetizados até o final do 3º ano do fundamental, aos oito anos.

Confira oito links, com vídeos, artigos e reportagens que apresentam opiniões, experiências e pesquisas de diferentes profissionais sobre o assunto. Foram ouvidos professores da educação básica, pesquisadores acadêmicos e fonoaudiólogos. Confira!

Vídeo – Existe idade certa para alfabetizar? (Rede CpE)
A fonoaudióloga Clara Brandão de Ávila, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), e a professora de educação infantil, Mariana Fernandes Fonseca, analisam essa e outras perguntas no vídeo elaborado pela Rede Nacional de Ciência para a Educação (CpE). “A partir dos quatro anos, a criança já desenvolveu uma estrutura de linguagem que se assemelha a comunicação do adulto. A partir dessa idade, ela consegue pensar sobre as palavras, como se fosse um objeto. O período propício é esse que sucede essa etapa”, esclarece Ávila.

Vídeo – Alfabetização: existe idade certa? (Editora Moderna)
O material faz parte da série de webinários “Encontro BNCC na Prática”, da Editora Moderna. Debatem o tema a diretora pedagógica e formadora de professores, Rosângela Veliago, e a professora, Mara Mansani. “A Base [Base Nacional Comum Curricular] aponta para alfabetização no primeiro e segundo ano, mas muitas crianças se alfabetizam antes. Isso é uma possibilidade se oferecermos boas situações para pensarem sobre a língua”, opina Veliago.

Vídeo – Letramento Precoce (TV Câmara Campinas)
O programa “Sala de Aula” abordou a diferenciação entre alfabetização e letramento, um dos pontos tidos como importantes neste debate sobre a melhor idade para início da formação. A conversa reuniu os argumentos da professora de educação infantil da rede municipal de Campinas, Vera Batista, e a docente da Faculdade de Educação, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Ana Lucia Guedes Pinto.

Vídeo – “Desafios e possibilidades na alfabetização infantil” (Insper)
Promovido pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), o encontro reuniu a docente da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Claudia Cardoso Martins, e o professor da Universidade de São Paulo (USP), Renan Sargiani. “Fizemos um estudo com crianças precoces e não letradas que possuíam cinco anos de idade. Acompanhamos o desenvolvimento ao longo dos 1º, 2º e 3º anos do ensino fundamental I, e quem foi introduzido antes à alfabetização apresentou um desempenho melhor”, diz Martins.

Artigo – Alfabetização e letramento: quando iniciar o processo de ensino da leitura e da escrita?
As professoras do Paraná Franciane Braga Machado Gonçalves e Karina Durau realizaram um estudo bibliográfico buscando esclarecer em que momento esse processo de ensino se inicia. “As considerações finais desse trabalho reforçam a constatação da importância de a escola oportunizar, a partir da organização da sua atividade pedagógica, situações de ensino significativas que viabilizem o aprendizado da leitura e da escrita pelos alunos desde a educação infantil”, concluem

Artigo – “Alfabetizar ou não na educação infantil? Possibilidades e críticas acerca desse ensino nessa etapa da educação básica”
A pesquisadora Laís Paula Freitas dos Santos analisou os trabalhos publicados nos arquivos das reuniões anuais da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped). “Enquanto uma corrente valoriza as outras linguagens infantis e uma alfabetização na expressão da criança, a outra considera que antes mesmo de entrar na escola elas estão em contato com a língua escrita e que é nesse espaço que sistematizam o conhecimento”, apresenta.

Reportagem: Com que idade a criança deve aprender a ler? (Repórter Brasil)
“Crianças não se alfabetizam ao mesmo momento”, explica a coordenadora de educação infantil, Sheila Ludogero, em reportagem audiovisual da Repórter Brasil. “Procuramos orientar aos pais que, quando elas começam a decodificar as primeiras silabas, não constitui necessariamente que já estão lendo. Porque ler é interpretar”, explica. A matéria ouve ainda o doutor em neuropsicologia e pesquisador, Rafael Silva Pereira.

Reportagem – Redução de ciclo de alfabetização divide opiniões de educadores (Instituto Claro)
Em 2017, a tramitação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) trouxe a discussão de que o ciclo da alfabetização fosse antecipado para o 2º ano do ensino fundamental. Sobre o assunto, foram ouvidos a docente da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Elaine Constant; o coordenador de pesquisas do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), Antônio Augusto Gomes Batista “Dute”; e o gerente de políticas educacionais do movimento Todos Pela Educação, Gabriel Correa.

Veja mais:
Alfabetização: 5 planos de aula de língua portuguesa para trabalhar no ensino fundamental I
Pensadores na Educação: Emilia Ferreiro e as práticas de alfabetização
Alfabetização: “Não existe melhor método, existe uma criança que aprende”, avalia professora da USP

Crédito da imagem: Manjurul – iStock

Deixe um comentário

Por favor, faça Login para comentar

Talvez Você Também Goste

Notícias

Alfabetização: 5 planos de aula de língua portuguesa para trabalhar no ensino fundamental I

Atividades incentivam a leitura e a escrita e apresentam gêneros textuais como bilhete e lista

há 2 anos
Notícias

Balanço do PNE revela metas não atingidas e regressão de conquistas na educação

Documento aponta 85% dos objetivos descumpridos e aumento do analfabetismo funcional

há 8 meses
Notícias

Editora Unesp disponibiliza livros sobre literatura juvenil e métodos de alfabetização

Obras de educação podem ser baixadas gratuitamente no site da iniciativa

há 2 anos
Notícias

Em livro gratuito, fonoaudiólogas explicam o processo de aquisição da linguagem a pais e professores

Autoras abordam a importância das funções cognitivas para a oralidade e a escrita

há 3 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.