Conhecer a trajetória profissional de mulheres em diferentes áreas científicas pode ajudar a inspirar alunas de todas as etapas de ensino a verem a carreira acadêmica e a pesquisa como uma possibilidade de vida. Para aproximar esses dois grupos, foi lançado hoje, Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência (11/2), o segundo volume do e-book “Mulher faz Ciência” e uma série de podcasts com 13 episódios sobre o tema.

Os áudios reúnem as entrevistas feitas pela jornalista Alessandra Ribeiro, autora do e-book, com as cientistas retratadas. Eles podem ser ouvidos via web ou nas principais plataformas do gênero.

Ambas as iniciativas integram o projeto Minas Faz Ciência, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). Entre as cientistas brasileiras retratadas, há pesquisadoras veteranas e estudantes promissoras.

Neste volume, dois nomes foram indicados pelo público, por meio de interações nas mídias sociais: a historiadora e antropóloga Jane Beltrão, professora da Universidade Federal do Pará (UFPA); e a química Glaura Goulart Silva, vice-coordenadora do Centro de Tecnologia em Nanomateriais de Carbono (CTNano/UFMG). Conheça as personagens do e-book e do podcast:

Alessandra Abe Pacini
Física, mestre e doutora pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe). Já operou o telescópio do Observatório de Arecibo, em Porto Rico, um dos maiores do mundo, e esteve duas vezes na Antártica. É autora da série de livros Girls in Space, voltada para o público infantil.

Anna Luísa Beserra
Formada em biotecnologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), foi a primeira brasileira a vencer o Prêmio Jovens Campeões da Terra, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU). É inventora do Aqualuz, equipamento produzido com garrafas PET que trata a água da chuva captada em cisternas a partir da exposição à luz solar.

Ana Paula Castro de Paula Nunes
Formada em engenharia aeronáutica na Universidade de Brasília, é estagiária do Escritório das Nações Unidas para Assuntos Espaciais (Unoosa), na Áustria. Aos 27 anos, participou de uma missão da Agência Espacial Europeia, que simula o ambiente lunar no Havaí.

Camille Etienne Rodrigues Teixeira
Aluna do curso técnico em química do Instituto Federal Fluminense (IFF). Aos 16 anos, foi responsável pela elaboração do Teorema de Etiene, publicado em uma revista especializada da área da matemática.

Celina Turchi
Médica, eleita pela revista Nature uma das cientistas mais importantes, em 2016, e pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, em 2017. Teve atuação decisiva na descoberta da associação entre a infecção pelo vírus da zika na gestação e a epidemia de nascimentos de crianças com microcefalia no Brasil, em 2015.

Glaura Goulart Silva
Professora do departamento de química do Instituto de Ciências Exatas da Universidade Federal de Minas Gerais (Icex/UFMG). É vice-coordenadora do Centro de Tecnologia em Nanomateriais de Carbono (CTNano/UFMG), inaugurado em 2019, dentro do Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC).

Jane Beltrão
Historiadora e antropóloga. Pesquisadora das questões de gênero e formadora de povos indígenas e quilombolas. Ajudou a criar as políticas afirmativas na Universidade Federal do Pará (UFPA), onde é professora titular.

Juliana Estradioto
Primeira colocada na categoria “ciências materiais” da Intel Isef 2018, maior feira internacional de ciência e engenharia para estudantes do ensino médio. Ganhadora do Prêmio Jovem Cientista, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em 2018, e da 24ª edição do Prêmio Cláudia, organizado pela Editora Abril, na categoria Inovação e Ciências.

Luisa Massarani
Coordenadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Comunicação Pública da Ciência e Tecnologia, rede de grupos de pesquisa nacionais e internacionais sediada na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. Foi repórter e editora das revistas Ciência Hoje e Ciência Hoje das crianças. 

Maria Zaira Turchi
Professora emérita da Universidade Federal de Goiás (UFG) e diretora do Departamento de Infraestrutura de Pesquisa e Políticas de Formação e Educação em Ciência do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. De 2017 a 2019, presidiu o Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap).

Com Agência Minas 

Veja mais:
Atividades lúdicas e espaço exclusivo na escola ajudam a aproximar meninas das ciências
Distância entre mulheres e tecnologia começa na escola
Confira livros sobre mulheres que marcaram as ciências

Crédito da imagem: reprodução e-book “Mulher faz Ciência”

Deixe um comentário

Please Login to comment

Talvez Você Também Goste

Notícias

“Estudar mulheres que realizaram expedições científicas aproxima alunas da ciência”, diz pesquisadora

Para historiadora Mariana Sombrio, imagem da ciência nos livros didáticos ainda é masculina

há 2 anos
Notícias

Mulheres são maioria entre docentes no mundo, mas minoria em cargos de direção

Relatório de monitoração da Unesco sobre educação e gênero está disponível em português

há 2 anos
Notícias

7 livros sobre a história das mulheres no Brasil

Conheça publicações que retratam o protagonismo feminino em épocas diversas

há 2 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.