O ensino da matemática pode necessitar de métodos e estratégias específicas de acordo com os aspectos sociais e culturais dos alunos a quem se dirige. Dessa forma, a disciplina vivenciada pelas populações indígenas deverá ser diferente daquela aplicada na periferia ou no campo, por exemplo. Essa diferenciação permite que os objetivos de aprendizagem se cumpram de forma efetiva.

Pois é esse o princípio da etnomatemática, campo do conhecimento surgido na década de 1970 e que teve, no Brasil, o professor emérito da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Ubiratan D’Ambrósio, como principal precursor e incentivador. Seu desenvolvimento nasce a partir das críticas sociais sobre o ensino tradicional da matemática para, na sequência, abranger as diferenças culturais nas formas de ensino e de produção do conhecimento.

Para entender mais sobre o assunto, confira sete livros que abordam o tema.

 

Etnomatemática: concepções, dinâmicas e desafios

Maria Cecilia Fantinato e Adriano Vargas Freitas (Editores), Paco Editorial, 2018
A obra aborda as tendências em etnomatemática e ajuda a identificar novas perspectivas de seu uso: desde pensar as categorias dos eixos temáticos até a importância da capacidade de síntese. É  inspirada nos eventos desse campo do saber que ocorreram no Rio de Janeiro, organizados pelo Grupo de Etnomatemática da Universidade Federal Fluminense (Getuff).

 

Etnomatemática – Elo entre as tradições e a modernidade

Ubiratan D’Ambrosio (Autor), Editora Autêntica – E-book, 2002
Referência na área, o professor emérito da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Ubiratan D’Ambrosio analisa o papel da matemática na cultura ocidental e a noção de que a disciplina é apenas uma forma de etnomatemática. Destaca também a relevância dessa reflexão para a sala de aula.

 

Etnomatemática: uma experiência educacional

Vera Lucia S  Halmenschlager, Editora Summus, 2001
A obra traz um estudo sobre a relação entre a educação matemática e a exclusão de populações específicas por questões raciais ou étnicas. A autora mescla esse campo da ciência com questões sociais e descreve as situações de privilégio que acontecem quando os conhecimentos matemáticos e o material curricular não são tratados nos contextos escolares.

 

Etnomatemática no contexto do ensino inclusivo

Thiago Donda Rodrigues, Editora CRV, 2010
Como os professores de uma escola lidam com os alunos, na disciplina matemática, de modo a corroborar o processo de inclusão? O livro é fruto de uma pesquisa de mestrado realizada em uma escola do projeto Cieja – Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos – da secretaria de Educação da cidade de São Paulo, que oferece o ensino fundamental na modalidade supletivo. Para o resultado, foram observados quatro professores, três com formação na discplina e um com formação em pedagogia, e suas práticas, em sala de aula, são descritas no caderno de campo que o autor traz na íntegra.

 

Etnomatemática e práticas docentes indígenas

Jose Roberto Linhares de Mattos e Sandra Maria Nascimento de Mattos (Org), Pacco Editorial, 2019
Aspectos da cultura e da educação escolar indígena de algumas etnias brasileiras são abordados por meio da visão de pesquisadores, professores, lideranças e membros de comunidades nativas. Elementos importantes nessa educação escolar específica são destacados, como bilinguismo, ensino e aprendizagem por meio de temas geradores, preservação da cultura e da biodiversidade local, formação de professores indígenas, práticas docentes e etnomatemática.

 

Etnomatemática em movimento

Gelsa Knijnik (org), Autêntica, 2012
Integrante da coleção “Tendências em Educação Matemática”, o livro traz ao público um estudo sobre os rumos da etnomatemática, de 1970 aos dias atuais. A obra aborda, como um de seus focos, pesquisas que objetivam questionar a política do conhecimento dominante.

 

Influências etnomatemáticas em salas de aula: caminhando para a ação pedagógica

Milton Rosa e Daniel Clark Orey, Appris Editora, 2017
Associa os conteúdos matemáticos com as abordagens pedagógicas influenciadas pelas considerações culturais dos indivíduos que participam da comunidade escolar.

Veja mais:
Pesquisar uso da matemática na profissão dos pais aproxima alunos da disciplina
Matemática não é coisa de menina? Como o preconceito de gênero influencia o aprendizado

Crédito da imagem principal: Pornpak Khunatorn – iStock

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

Repositório oferece recursos educacionais abertos para estudantes de licenciaturas

Futuros professores contam com materiais de apoio nas graduações de matemática, química, biologia e pedagogia

há 2 anos
Notícias

6 links para conhecer a pedagogia da alternância

Livros gratuitos e vídeos apresentam desafios da modalidade quando aplicada à realidade brasileira

há 5 meses
Notícias

Método e didática de Paulo Freire são apresentados em e-book gratuito

Material é resultado de formação oferecida por pesquisadores da obra do patrono da educação brasileira

há 1 ano

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.