Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (a Embrapa), de 140 milhões de toneladas de alimentos produzidos por ano no Brasil, 26,3 milhões são jogados fora. Muitos desses produtos, contudo, poderiam ter um destino diferente com o correto reaproveitamento. Um projeto do Banco de Alimentos da prefeitura da capital paulista tem o objetivo de contribuir com o combate ao desperdício de alimentos desde 2019.

Além de dar um novo destino a alimentos ainda em condições de consumo, a iniciativa também faz a reinserção de pessoas no mercado de trabalho. Elas aprendem a tratar os produtos que chegam na sede, por meio de doações, e levam os conhecimentos adquiridos a supermercados, hortifrútis e restaurantes para estimular o combate ao desperdício.

Os alimentos são entregues a instituições que os distribuem às pessoas em situação de vulnerabilidade social. Esse minidocumentário apresenta as etapas de triagem, separação, armazenamento e destinação dos produtos, além de mostrar dicas de como pequenos comércios e pessoas físicas podem reutilizar ingredientes.

“O comerciante pode aproveitar melhor o seu alimento, produzindo mais e até baixar o preço para as pessoas consumirem mais no seu restaurante, não descartando uma coisa tão preciosa que é o alimento”, explica o secretário executivo de segurança alimentar e nutricional e de abastecimento de São Paulo (SP), Carlos Fernandes.

Estabelecimentos interessados em doar alimentos podem fazê-lo em dias úteis, durante o horário comercial, ao Banco de Alimentos na Rua Sobral Júnior, 264, no bairro Vila Maria, na capital paulista.

Clique no botão acima e conheça os detalhes do projeto nesse minidocumentário.

Veja mais:

Fome, desperdício de alimentos e epidemia de obesidade são temas de websérie sobre alimentação

Iniciativas dão novo destino para alimentos que iriam para o lixo

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

“Dança materna” devolve o prazer da interação social a mulheres no pós-parto

O que é a estratégia de redução de danos para usuários de drogas?

“Libras na Quebrada” leva inclusão e autonomia à periferia de São Paulo

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.