A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e o Escritório do Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos (ACNUDH) lançaram uma cartilha voltada para pessoas em situação de refúgio perseguidas pela orientação sexual. Disponível em quatro idiomas, o material busca esclarecer quem são e quais as necessidades específicas de proteção das pessoas LGBTI, assim como indicar instituições no Brasil que oferecem apoio e informação.

Pessoas em situação de refúgio devido às suas orientações sexuais e identidades de gênero enfrentam dificuldades e violência ao longo de suas vidas, tornando-as ainda mais vulneráveis tanto em seu país de origem como durante seu deslocamento em busca de segurança e proteção internacional. A cartilha está disponível online. 

Com ONU

Deixe um comentário

Talvez Você Também Goste

Notícias

Programa “Educando para a Diversidade” da TV Unesp é disponibilizado em versão podcast

Episódios discutem situação de indígenas, negros, refugiados, padrões corporais, intolerância religiosa, entre outros

há 3 semanas
Notícias

ONU disponibiliza curso de português online para migrantes e refugiados

Iniciativa gratuita inclui níveis intermediário e avançado e pode ser acessada via celular

há 3 meses
Notícias

Mais de 4 milhões de pessoas pediram refúgio ou migraram da Venezuela, aponta plataforma da ONU

Página brasileira reúne dados recentes sobre o fluxo de venezuelanos no Brasil e no mundo

há 1 ano
Notícias

Plataforma da ONU incentiva empresas brasileiras a empregarem refugiados

Iniciativa traz banco de boas práticas, materiais de referência e informações sobre a contratação

há 1 ano

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.