Leonardo Valle

Os microplásticos são produtos com tamanho menor de 5 milímetros. Alguns são usados em cosméticos e em pastas de dentes, mas a maioria resulta do lixo plástico que fica flutuando nos mares, já que, exposto à radiação ultravioleta, ele se desfaz em pedaços cada vez menores.

Para alertar sobre os problemas provocados por eles, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) lançou a animação “Como os microplásticos afetam a saúde”.

O vídeo faz parte da campanha #MaresLimpos e lembra que, aproximadamente, 51 trilhões de partículas da substância flutuam nos oceanos nos dias de hoje. Isso faz com que elas sejam engolidas por espécies marinhas, que chegam aos seres humanos pelo consumo de peixes, camarões e derivados.

O problema tem alertado cientistas por conta dos produtos químicos associados à produção do plástico. O BPA, por exemplo, é um composto orgânico sintético que faz o plástico se tornar transparente e que pode afetar a produção de hormônios no corpo humano.

Microsplásticos, segundo a ONU, já foram identificados na água de torneira, no mel e até em produtos como a cerveja.

Com ONU

Veja mais:
Combate ao lixo dos oceanos passa por redução no consumo de plástico
Alfabetização oceânica: saiba como ajudar a preservar a “vida na água”

Crédito das imagens principais: print da animação “Como os microplásticos afetam a saúde”

Deixe um comentário

Talvez Você Também Goste

Notícias

Oxigênio nos oceanos está diminuindo por conta do aquecimento global, aponta relatório

Emissão de gás carbônico e contaminação dos mares por agrotóxicos estão entre causas

há 8 meses
Notícias

Vazamento de óleo nas praias do Nordeste: cartilha explica monitoramento e formas de atuação

OAB-PE lista locais atingidos e orienta sobre resgate de animais e trabalho voluntário de limpeza

há 9 meses
Notícias

Game educativo para crianças conscientiza sobre a limpeza do mar

No SOS Mar, jogador pilota submarino e recolhe lixo e detritos sólidos do oceano

há 1 ano
Notícias

PIB e produção mundial serão afetados até 2050 por escassez de água, alerta ONU

Relatório aponta que mais de dois bilhões de pessoas sofrem com a falta do recurso

há 1 ano

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.