Das famosas coreografias do TikTok às polêmicas sobre o que é “cringe” (‘vergonha alheia’, em tradução livre) ou não para a geração Z, o mundo virtual passa por transformações nas linguagens, especialmente nas redes sociais. E esse é o tema do e-book “Geração Streaming: novas formas de comunicação”. O livro apresenta artigos de pesquisadores da área de comunicação e tecnologia da Universidade Federal do Amapá (Unifap), que discutem as mudanças nas formas de comunicação influenciadas pelas tecnologias adotadas por essa nova geração de jovens. A obra está disponível online e gratuitamente.

O streaming — que virou apelido para a geração — é uma forma de distribuição digital que se beneficia da qualidade das conexões e não precisa de download. Essa tecnologia permitiu que qualquer produtor de conteúdo multimídia pudesse ter seu próprio canal audiovisual, em suas devidas proporções. A geração Z, que compreende os nascidos entre 1995 e 2010, é não só uma grande consumidora de streaming, mas também uma produtora.

Os autores do livro argumentam sobre novos estilos de escrita online e todas as influências multimídia que a geração streaming tem ao conviver simultaneamente com smartphones e algoritmos, e meios tradicionais, como TVs, rádios e livros.

Veja mais:

Documentário mostra pandemia do coronavírus pelo olhar da juventude negra

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

Especial étnico-racial reúne expressões que debatem racismo e preconceito

Especialistas explicam em vídeos no Instagram sete verbetes que integram dicionário recém-lançado

há 5 meses
Notícias

Especial Cidadania e Eleições: tire suas dúvidas e prepare-se para votar de maneira consciente

Vídeo, reportagem, podcasts e plano de aula trazem conceitos fundamentais da democracia

há 2 anos
Notícias

Especial LGBTQIA+: conheça mais sobre as letras da sigla

Série de reportagens tem foco em grupos invisibilizados

há 2 anos
Notícias

E-book reúne artigos sobre saúde da população negra e a covid-19 no Brasil

Material gratuito também aborda problemas estruturais, como racismo e exclusão social

há 2 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.