Conteúdos

Este roteiro de estudos aborda o que é desigualdade social e como se define a desigualdade de um país, explicando conceitos relacionados ao tema, como, estratificação social, classes sociais e mobilidade social. Apresenta o que é e como se calcula o Índice de Gini, expõe quais são os 20 países mais desiguais do mundo e se propõe a refletir sobre a desigualdade social existente no Brasil. Com a resolução comentada de exercícios de vestibulares, para checar seus conhecimentos, propõe como atividade uma síntese dos principais pontos abordados, finalizando com a proposta de escrever uma redação sobre o tema.

• Vamos relembrar: o que é desigualdade social?
• Definindo conceitos – estratificação social, classes sociais e mobilidade social.
• O Índice de Gini – como se mede a desigualdade de um país?
• Breve histórico e dados sobre a desigualdade social no mundo.
• Os 20 países mais desiguais do mundo.
• Desigualdade social no Brasil.

Objetivos

• Aprender o que é desigualdade social;
• Definir os conceitos: a) estratificação social; b) classes sociais; e c) mobilidade social;
• Aprender o que é e como se calcula o Índice de Gini;
• Compreender como se define a desigualdade de um país;
• Conhecer os 20 países mais desiguais do mundo; e
• Refletir sobre a desigualdade social existente no Brasil.

Estude também:

Estudar em casa: os países mais populosos do mundo

Estudar em casa: os países mais ricos do mundo

Palavras-chave:

Países mais desiguais do mundo. Desigualdade social. Estratificação social. Mobilidade social. Concentração de renda. Índice de Gini. IDH. Brasil. África do Sul.

Proposta de Estudo:

Este roteiro de estudos tem por objetivo auxiliar o estudante no processo de aprendizado, para além do ambiente escolar. Com o intuito de facilitar esse processo, as etapas subsequentes são compostas de vídeos, textos-base, questões norteadoras e atividades relacionadas à temática apresentada.
As etapas desenvolvidas neste roteiro de estudos, assim como as questões norteadoras e as subquestões que advêm delas, foram elaboradas para contribuir com a melhor compreensão do tema em questão.

Deste modo, orientamos que seja feita a leitura integral deste roteiro de estudos, sempre buscando as respostas para cada uma das perguntas apresentadas. Orientamos também que todas as dúvidas sejam anotadas e brevemente sanadas, por meio de pesquisas on-line. Para melhor compreensão dos conteúdos desenvolvidos no roteiro, orientamos que depois de cada etapa seja elaborado um parágrafo resumindo seu entendimento, dando destaque aos principais conceitos estudados.

1ª Etapa: Vamos relembrar - O que é desigualdade social?

I) Nos vídeos e textos abaixo, busque as informações de acordo com o roteiro de leitura. Anote todas as informações que considerar relevantes.

a) O que é desigualdade social?
b) Qual a relação entre a concentração de renda e a desigualdade social?
c) A desigualdade social colabora para o surgimento de uma série de outros problemas e conflitos sociais. Quais?
d) Quais são os diversos fatores que podem ser utilizados como dados para o cálculo da desigualdade?
e) O IDH – Índice de Desenvolvimento Humano – pode contribuir para a classificação dos países em mais ou menos desiguais? Por quê?
f) Quais são os critérios utilizados para a formulação do IDH?

Desigualdade Social. YouTube
Acesso: 26.04.2021.

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). YouTube
Acesso: 27.04.2021.

Desigualdade Social. Manual do ENEM – Sociologia
Acesso: 24.04.2021.

Desigualdade social. Brasil Escola
Acesso: 24.04.2021.

Desigualdade social. Mundo Educação
Acesso: 24.04.2021.

2ª Etapa: Definindo conceitos – estratificação social, classes sociais e mobilidade social

I) Assista aos vídeos e leia os textos abaixo, buscando as informações de acordo com o roteiro de leitura:

a) O que é estratificação social?
b) Para que esse conceito é utilizado?
c) Como podemos definir o quão estratificada é uma sociedade?
d) O que as análises e os estudos sobre estratificação nos permitem compreender?
e) O que são classes sociais?
f) Como podemos nomear as classes sociais existentes no Brasil?
g) O que é mobilidade social?

Desigualdade Social: Castas, Estamentos e Classe Social [¼]. YouTube
Acesso: 26.04.2021.

Desigualdade social e estratificação social. YouTube
Acesso: 26.04.2021.

Mobilidade social. YouTube. 
Acesso: 26.04.2021.

Desigualdade Social. Manual do ENEM – Sociologia
Acesso: 24.04.2021.

II) Cheque seus conhecimentos realizando os exercícios abaixo:
Com esses exercícios, você poderá verificar seus conhecimentos sobre os principais conceitos apresentados nesta etapa.

1) (Upe-ssa 3 2016) Leia o texto a seguir:

pobreza no brasil pirâmide

O conceito sociológico contido no texto faz referência à maneira pela qual os indivíduos se organizam socialmente, com base em fatores econômicos, políticos, históricos, religiosos, etc. Portanto, o texto se constitui por

a) um meio de divisão igualitária de gênero.
b) uma homogeneidade cultural.
c) uma distribuição igualitária do poder.
d) um aumento mensal da renda familiar.
e) uma organização social de base econômica.

2) (Ufu 2000) De acordo com a teoria de Marx, a desigualdade social se explica

a) pela distribuição da riqueza de acordo com o esforço de cada um no desempenho de seu trabalho.
b) pela divisão da sociedade em classes sociais, decorrente da separação entre proprietários e não proprietários dos meios de produção.
c) pelas diferenças de inteligência e habilidades inatas dos indivíduos, determinadas biologicamente.
d) pela apropriação das condições de trabalho pelos homens mais capazes em contextos históricos, marcados pela igualdade de oportunidades.

3) (Upe 2013) Observe a charge a seguir:

charge classe social

Ela faz referência a uma forma de desigualdade. Acerca das características dessa estrutura social, analise as alternativas e marque a CORRETA.

a) A hierarquização é rígida, baseada em critérios hereditários, profissionais, étnicos, religiosos, que determinam as relações entre as pessoas.
b) A tradição é um elemento fundamental na definição das relações estabelecidas entre os diferentes grupos.
c) A mobilidade de um estrato para outro nessa estrutura é possível, mas é controlada pelos indivíduos que estão na hierarquia superior da organização.
d) As pessoas se diferem umas das outras pelo lugar ocupado por elas num sistema historicamente determinado de produção social, de relação com os meios de produção e por seu papel na organização social do trabalho.
e) A escolha do cônjuge deve ser feita exclusivamente no seio da organização social, com base nos critérios hereditários.

4) (Upe 2013) O status social é o lugar ou posição, que a pessoa ocupa na estrutura social. Isso implica direitos, deveres, prestígios e/ou privilégios, de acordo com o valor que a sociedade atribui a cada posição ocupada pelo indivíduo. Sobre esse assunto, assinale a alternativa que indica uma situação social em que o status é atribuído.

a) João é filho de operário, pois seu pai é funcionário de uma fábrica têxtil.
b) Ana Maria optou por se casar com seu ex-noivo, pois não se sentia bem com o atual namorado.
c) Paulo estudou e se formou técnico em mecânica, embora seus pais “desejassem” um filho formado em medicina.
d) Adriana é militante de um partido político da cidade onde mora, pois tem as mesmas ideias de transformação da sociedade.
e) Carlos conseguiu a vaga de emprego que esperava depois de aprovado na seleção.

Gabarito:

1) E.
2) B.
3) D.
4) A.

Exercícios disponíveis em: Portal do Vestibulando. Acesso: 27.04.2021.

3ª Etapa: O índice de Gini – como se mede a desigualdade de um país?

I) Assista aos vídeos e leia os textos abaixo.

Coeficiente de Gini – Geobrasil. YouTube
Acesso: 24.04.2021.

Entenda a REAL DIFERENÇA Entre IDH e GINI. YouTube
Acesso: 24.04.2021.

Coeficiente de Gini. Mundo Educação
Acesso: 24.04.2021.

Índice de Gini. Brasil Escola
Acesso: 24.04.2021.

II) Cheque seus conhecimentos e responda os exercícios de acordo com as informações obtidas acima:

a) Para que é utilizado o Índice ou Coeficiente de Gini?
b) Qual é a variação do Índice de Gini?
c) De que forma, por meio do Índice de Gini sabemos se um país é mais ou menos desigual?
d) O Índice de Gini da Ucrânia, Eslovênia e Noruega, em 2016, era de 0,241, 0,256 e 0,259, respectivamente. O que isso significa, em termos de desigualdade social?
e) O Índice de Gini do Brasil, em 2016, era de 0,515. O que isso significa, em termos de desigualdade social?
f) Qual a diferença entre o IDH e o Índice de Gini?

4ª Etapa: Breve histórico e dados sobre a desigualdade social no mundo

I) Faça a leitura do texto e assista o vídeo abaixo

Desigualdade social. Mundo Educação
Acesso: 24.04.2021.

Desigualdade Global. Youtube
Acesso em: 28.04.2021.

II) Analise a tabela e o mapa

III) Interpretação e sistematização das informações

Guie-se pelo roteiro de questões abaixo, e construa uma síntese das informações contidas na tabela e no mapa:

a) A China e o Brasil são os países que apresentam os maiores índices de concentração de renda, entre os dez países com maiores PIBs do mundo?
b) A concentração de renda é um problema que atinge, na mesma proporção, os dez países com maires PIBs do mundo? Por quê?
c) Explique por que a Rússia, apesar de possuir o menor PIB entre os dez países, não repete a mesma colocação no Índice de Gini.
d) Os dez países com os maiores PIBs do mundo são, também, aqueles que possuem os menores índices de concentração de renda no mundo? Explique.
e) Os EUA possuem o maior PIB do mundo? O que seu Índice de Gini revela sobre ele?

5ª Etapa: Os 20 países mais desiguais do mundo

I) Faça a leitura dos textos e assista os vídeos selecionados

Os 10 países mais desiguais do mundo. Diário do Estado
Acesso em: 25.04.2021.

Brasil é o 7º país mais desigual do mundo, melhor apenas do que africanos. UOL Notícias
Acesso em: 25.04.2021.

Brasil tem a 8ª pior desigualdade de renda e supera só países africanos. UOL Notícias
Acesso em: 25.04.2021.

OS 10 PAÍSES MAIS DESIGUAIS DO MUNDO. YouTube
Acesso em: 25.04.2021.

Desigualdade social no mundo. YouTube
Acesso em: 28.04.2021.

Ranking de países mais DESIGUAIS no mundo ente 1981 e 2016. YouTube
Acesso em: 28.04.2021.

Desigualdade Global – Capítulo 4: África do Sul. YouTube
Acesso em: 28.04.2021.

II) Sistematize as informações dos textos de acordo com a tabela abaixo

Ranking da Desigualdade País Índice de Gini

(2017)

Continente
África do Sul
Namíbia
Zâmbia
República Centro-Africana
Lesoto
Moçambique
Brasil
Botsuana
Suazilândia
10° Santa Lúcia
11° Guiné Bissau
12° Honduras
13° Panamá
14° Colômbia
15° Congo
16° Paraguai
17° Costa Rica
18° Guatemala
19° Benin
20° Cabo Verde

III) Síntese de dados

Baseando-se nas informações apresentadas nesta etapa de estudo, escreva uma síntese – em torno de 15 linhas – dos principais pontos abordados.

6ª Etapa: Desigualdade social no Brasil

I) Leia atentamente os textos e assista ao vídeo abaixo.

Desigualdade Global – Capítulo 5: Brasil. Youtube
Acesso: 24.04.2021.

Com piora nos últimos anos, Brasil é nono país mais desigual do mundo, diz IBGE. IG Economia
Acesso: 24.04.2021.

Desigualdade social. Brasil Escola.

gráfico concentração de renda dos países
Concentração de renda – Brasil Escola (crédito: reprodução)

Desigualdade Social. Manual do ENEM – Sociologia
Acesso: 24.04.2021.

II) Analise os gráficos abaixo

distribuição da renda no brasil

II) Exercício de síntese

Responda às questões a seguir, de acordo com as informações extraídas dos textos, vídeos e gráficos:

a) Explique por que a desigualdade social no Brasil é sistêmica e antiga.

b) Além do histórico de desigualdade existente no Brasil, quais outros fenômenos colaboram com o crescimento e acentuação dessas desigualdades?

c) De acordo com os dados do IBGE de 2017, no Brasil “os 10% mais ricos detinham 43,3% da renda do país, enquanto os 10% mais pobres tinham acesso a apenas 0,7% da renda total do país”. Quais fatores são responsáveis pela sustentação desses números? (Desigualdade Social. Manual do ENEM – Sociologia. Disponível em: https://querobolsa.com.br/enem/sociologia/desigualdade-social.)

d) De acordo com os dados apresentados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), qual a colocação do Brasil no ranking dos pais mais desiguais do mundo?

e) O que podemos concluir sobre o Brasil, ao observar os Índices de Gini a seguir: 0,540 em 2012, 0,523 em 2015 e 0,543 em 2019?

7ª Etapa: Redação dissertativa

A elaboração de uma redação dissertativa é um exercício argumentativo que contribuirá no desenvolvimento de uma melhor compreensão do tema deste roteiro de estudos. Tem o intuito, também, de estimular as reflexões e conexões com temas transversais que foram abordados e/ou que fazem parte do contexto histórico, social e político.

I) Leia a reportagem abaixo:

desigualdade em paraisópolis
Do lado esquerdo, há parte da favela de Paraisópolis; do lado direito, há um dos condomínios de luxo da região do Morumbi, em São Paulo.

“A imagem acima é um ícone da desigualdade social no Brasil. Aqui, assim como em vários outros países em desenvolvimento no mundo, há um abismo imenso entre as extremas classes sociais.

No lado esquerdo da imagem, vemos Paraisópolis, um bairro favelizado de São Paulo. Paraisópolis tem um total de 50% de moradias irregulares, de cada dez habitantes do local, apenas 2,3 ocupam empregos formais. O local ocupa a 79ª posição no ranking paulista de bairros com espaços culturais e possui uma taxa de gravidez na adolescência de 11,45 por cem mil habitantes. A expectativa média de vida no distrito de Vila Andrade, região em que se localiza o bairro, é de 65,56 anos.

A região de Morumbi mantém dados parecidos com de outros bairros nobres da capital paulista: alta taxa de empregabilidade formal e alta renda familiar; expectativa de vida que passa dos 80 anos de idade; a taxa de gravidez precoce está abaixo de 2 para cada cem mil habitantes; e, fora das zonas residenciais, existem diversos espaços culturais, ou as pessoas que lá moram deslocam-se até as regiões centrais para acessarem cinemas, teatros e museus, por exemplo.

Essa configuração socioeconômica e espacial é um fator marcante das cidades brasileiras. Em todas as cidades, umas mais e outras menos, há desigualdade social. Pesquisa do Ipea aponta que o Brasil apresenta desigualdade total de renda de 51,5%, estando à frente de países como Estados Unidos, Alemanha e Grã-Bretanha. Em nosso país, mais de 27% da renda está nas mãos de apenas 1% da população”.
(Desigualdade social. Brasil Escola. Disponível em: Brasil Escola. Acesso: 24.04.2021.)

II) Reflita sobre os trechos destacados a seguir.

“A sociedade brasileira obteve várias conquistas durante o período da redemocratização e, ao longo desses anos, implantou mudanças positivas em relação à cidadania e aos direitos civis dos brasileiros, porém […] ainda há muito a ser melhorado. Apesar do crescimento econômico e da diminuição do número de pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza nos últimos anos, as desigualdades sociais ainda são profundas e estão entre os principais problemas enfrentados pela sociedade”. (PELLEGRINI, M. C. Novo olhar história. São Paulo: FTD, 2010, p. 263, v. 3. – Texto adaptado.)
(Trecho extraído de Enem Estuda. Acesso em 28.04.2021.)

“O que é muito difícil é você vencer a injustiça secular que dilacera o Brasil em dois países distintos: o país dos privilegiados e o país dos despossuídos” (Ariano Suassuna).
(Trecho extraído de Revista Pesquisa. Acesso em 28.04.2021.)

III) Assista ao vídeo.

Este video tem como objetivo ajudar na construição de melhores argumentos para a realização da redação.

Tudo sobre DESIGUALDADE SOCIAL: melhores argumentos e informações para sua redação/ENEM. YouTube.
Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=kT2XxGo9R2w.
Acesso em: 26.04.2021.

IV) Apronfunde os conhecimentos sobre o tema:

Por que a América Latina é a ‘região mais desigual do planeta’. BBC News Mundo em Nova York
Acesso: 28.04.2021.

Globalização e desigualdade: questões de conceituação e esclarecimento. Scielo
Acesso em: 28.04.2021.

V) Faça uma redação

Sistematizando os conteúdos abordados neste roteiro, escreva uma redação dissertativa que explore o tema:
“Brasis de Alphaville a Alfavela: contradições e desafios de um dos países mais desiguais do mundo.”

8ª Etapa: Exercício de fixação – Vestibulares

1) (UENP/2011) “A pobreza e a desigualdade são construções sociais que se desenvolvem e consolidam a partir de estruturas, agentes e processos que lhes dão forma histórica concreta. Os países e regiões da América Latina moldaram, desde os tempos coloniais até nossos dias, expressões desses fenômenos sociais que, embora apresentem as peculiaridades próprias de cada contexto histórico e geográfico, compartilham um traço em comum: altíssimos níveis de pobreza e desigualdade que condicionam a vida política, econômica, social e cultural. O conceito de construção é praticamente similar ao de produção, sendo utilizado aqui para enfatizar que a pobreza é o resultado da ação concreta de agentes e processos que atuam em contextos estruturais históricos de longo prazo.” (Produção de pobreza e desigualdade na América Latina. Antonio David Cattani, Alberto D. Cimadamore (orgs.) ; tradução: Ernani Ssó. — Porto Alegre : Tomo Editorial/Clacso, 2007, p. 07.)

De acordo com o texto é correto afirmar:

a) A pobreza sempre existiu e é da natureza das sociedades organizadas que ela ocorra.
b) A pobreza não pode ser considerada característica presente em toda a América Latina.
c) A desigualdade social não condiciona a vida política, econômica, social ou cultural.
d) A pobreza não pode ser considerada fruto da desigualdade.
e) A pobreza e a desigualdade são construções sociais que se desenvolvem na história e por isso são absolutamente reversíveis.

2) (ENEM/2010) “Homens da Inglaterra, por que arar para os senhores que vos mantêm na miséria? Por que tecer com esforços e cuidado as ricas roupas que vossos tiranos vestem? Por que alimentar, vestir e poupar do berço até o túmulo esses parasitas ingratos que exploram vosso suor — ah, que bebem vosso sangue?” (SHELLEY. “Os homens da Inglaterra’. Apud HUBERMAN, L. In: História da Riqueza do Homem. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.)

A análise do trecho permite identificar que o poeta romântico Shelley (1792-1822) registrou uma contradição nas condições socioeconômicas da nascente classe trabalhadora inglesa durante a Revolução Industrial. Tal contradição está identificada:

a) na pobreza dos empregados, que estava dissociada da riqueza dos patrões.
b) no salário dos operários, que era proporcional aos seus esforços nas indústrias.
c) na burguesia, que tinha seus negócios financiados pelo proletariado.
d) no trabalho, que era considerado uma garantia de liberdade.
e) na riqueza, que não era usufruída por aqueles que a produziam.

3) (UPE/2013) As desigualdades sociais no Brasil têm muitas causas e geram várias consequências. Historicamente, elas iniciaram seu desenvolvimento com a chegada dos portugueses. A Sociologia vem estudando as diferenças sociais entre os brasileiros, em diversos aspectos. Sobre esse assunto, assinale a alternativa CORRETA.

a) As condições de miserabilidade da população estão ligadas prioritariamente aos péssimos salários pagos.
b) A relação entre desigualdades e questões raciais no Brasil é um tema histórico. Por essa razão, tornou-se preocupação dos estudos sociológicos a partir da década de 1990.
c) A noção da pobreza frente às desigualdades sociais no país revela concepções com enfoques no aumento do enriquecimento, do desenvolvimento industrial e da privação relativa.
d) O setor informal é outro fator indicador de condições de reprodução capitalista no Brasil. Os camelôs e vendedores ambulantes são trabalhadores, que não estão juridicamente regulamentados, mas que revelam a especificidade da economia brasileira.
e) Os programas assistenciais (Bolsa-Família, Fome Zero e outros tantos) do governo brasileiro avançaram, mas os índices de pobreza não diminuíram.

4) (Unicentro) Em relação ao sistema de castas de uma sociedade, assinale a alternativa correta.

a) Existe mobilidade social dentro de uma sociedade de castas.
b) A exogamia faz parte dos casamentos realizados em sociedades de castas.
c) Não existe mobilidade social dentro de uma sociedade de casta.
d) Dentro de um sistema de castas não é importante a hereditariedade.
e) Em um sistema de casta não existe a divisão entre castas superiores e inferiores.

5) (Ufub) De acordo com a teoria de Marx, a desigualdade social explica-se:

a) Pela distribuição da riqueza de acordo com o esforço de cada um no desempenho de seu trabalho.
b) Pela divisão da sociedade em classes sociais, decorrente da separação entre proprietários e não proprietários dos meios de produção.
c) Pelas diferenças de inteligência e habilidade inatas dos indivíduos, determinadas biologicamente.
d) Pela apropriação das condições de trabalho pelos homens mais capazes em contextos históricos, marcados pela igualdade de oportunidades.

Resolução comentada:

1) Alternativa E. Tanto a pobreza quanto a desigualdade são apresentadas no texto como sendo construções sociais. Portanto, sendo resultado de ações humanas e construções sociais, ambas podem ser revertidas.

2) Alternativa E. A contradição apresenta-se na riqueza produzida pela recém surgida classe trabalhadora, mas aproveitada pela burguesia, que fornecia emprego aos trabalhadores.

3) Alternativa D. A informalidade na economia, representada também pelos camelôs e vendedores ambulantes, revela uma face da desigualdade social. Com menor acesso à educação e ao mercado de trabalho, para garantir o sustento, alguns indivíduos optam pelo trabalho informal.

4) Alternativa C. A organização do sistema de castas parte da crença de que os indivíduos estão separados em diferentes níveis hierárquicos, determinados desde o nascimento. Cada casta possui um papel fixo a ser cumprido, e aqueles que não forem fiéis aos rituais e aos deveres de sua casta renascerão em uma posição inferior na próxima encarnação. Não existe, portanto, mobilidade entre as hierarquias de uma casta.

5) Alternativa B. Podemos definir, resumidamente, uma classe social como um grande agrupamento de pessoas que dividem condições materiais parecidas, o que está diretamente ligado à posse dos meios de produção, isto é, máquinas ou fábricas que produzem bens de consumo. Isso quer dizer que a condição econômica tem profunda influência sobre as formas de diferenciação das classes.

Os exercícios acima elencados podem ser encontrados nos links a seguir:

Exercícios 1, 2 e 3. Disponível em: QueroBolsa. Acesso: 27.04.2021.

Exercícios 4 e 5. Disponível em: Brasil Escola. Acesso: 27.04.2021.

Roteiro de Estudos elaborado pela Professora Doutora Thaylizze Goes Nunes Pereira.

Talvez Você Também Goste

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.