O homem não nasce humano, ele se humaniza. Essa máxima pode ser considerada uma das sínteses possíveis do pensamento do russo Lev Vygotsky (1896-1934), destaca a coordenadora do curso de pedagogia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Edna Martins. De acordo com ela, Vygotsky foi um dos primeiros psicólogos a enfatizar o papel da cultura, estimulada pela interação entre parceiros sociais e mediada pela linguagem, no processo de cognição.

Seus estudos ajudam os educadores a entenderem seu papel e a moldarem sua atuação para favorecer o desenvolvimento das crianças. Surgem de sua obra conceitos importantes como integração, mediação e zona de desenvolvimento proximal. Na entrevista, a especialista fala sobre essas e outras ideias importantes para a educação trazidas pelos trabalhos de Vygotsky.

Acesse abaixo os outros episódios da série:

– Piaget e o olhar para o início da vida
Wallon e a afetividade como aliada da aprendizagem
Montessori e a criança no centro
Paulo Freire e a educação para mudar o mundo

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Jovens oferecem reforço escolar gratuito para estudantes da rede pública

Esperançar em Paulo Freire: pesquisador comenta a obra Pedagogia da Esperança

Pensadores na Educação: Alexei Leontiev e o desenvolvimento da psique humana

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.