O homem não nasce humano, ele se humaniza. Essa máxima pode ser considerada uma das sínteses possíveis do pensamento do russo Lev Vygotsky (1896-1934), destaca a coordenadora do curso de pedagogia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Edna Martins. De acordo com ela, Vygotsky foi um dos primeiros psicólogos a enfatizar o papel da cultura, estimulada pela interação entre parceiros sociais e mediada pela linguagem, no processo de cognição.

Seus estudos ajudam os educadores a entenderem seu papel e a moldarem sua atuação para favorecer o desenvolvimento das crianças. Surgem de sua obra conceitos importantes como integração, mediação e zona de desenvolvimento proximal. Na entrevista, a especialista fala sobre essas e outras ideias importantes para a educação trazidas pelos trabalhos de Vygotsky.

Acesse abaixo os outros episódios da série:

– Piaget e o olhar para o início da vida
Wallon e a afetividade como aliada da aprendizagem
Montessori e a criança no centro
Paulo Freire e a educação para mudar o mundo

Deixe um comentário

Por favor, faça Login para comentar

Talvez Você Também Goste

Como levar conceitos da geopolítica para os alunos do ensino médio?

Lei que prevê psicólogos na escola pode sobrecarregar a instituição, avalia pesquisador

Para melhorar a convivência escolar, professores têm formação em Sumaré

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.