Uma iniciativa voluntária de ensino de basquete em uma escola pública tem modificado o futuro de jovens na periferia de São Paulo. Cerca de 70 meninas, todas alunas da escola estadual Recanto Verde Sol, localizada no extremo leste da capital paulista, participam do projeto desenvolvido pelo professor de educação física Rodrigo Mussini.

O Instituto Recanto Basketball começou com treinamentos na escola e hoje soma muitos campeonatos, medalhas e conquistas. “Dentre as 200 meninas que passaram pela iniciativa, muitas viraram atletas profissionais, ganharam bolsas de estudo em universidades e tiveram oportunidades que antes não imaginariam alcançar”, conta Mussini, que se dedica ao projeto há 10 anos.

Para o professor, o maior legado do seu trabalho é ver as meninas transformando seus futuros por meio do esporte. “Daqui elas acabam ampliando o horizonte e enxergando outras possibilidades, seja em mercado de trabalho, seja em clubes e vivências fora do país” completa.

A diretora da escola, Paloma Lacerda, também percebe as mudanças na perspectiva de vida das estudantes. “A gente está num bairro onde sonhar é para poucos. Estamos falando de mulheres dentro de uma estrutura econômica precária e que precisam se fortalecer”, explica.

Neste vídeo, o Instituto Claro foi conhecer o Instituto Recanto Basketball para mostrar o potencial do uso do esporte aliado à educação como ferramenta de transformação social.

Veja mais:

Yoga na escola: prática ajuda a reduzir ansiedade e estresse de alunos

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Como montar um coral na escola?

Gamificação: como trabalhar em sala de aula?

Qual a relação entre escola e movimentos sociais?

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.