A qualidade da educação é desconsiderada na maioria dos projetos parlamentares que tratam do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) na Câmara. É o que mostra o relatório “Fundeb em foco”.

Apesar dos projetos buscarem que o fundo se torne permanente, após o fim da sua vigência em dezembro de 2020, o documento mostra que apenas três das 79 propostas analisadas faziam menção ao Custo Aluno-Qualidade (CAQ) e ao Custo Aluno-Qualidade Inicial (CAQi).

O CAQi é um indicador dos valores mínimos que devem ser investidos a cada ano, por aluno na educação básica. Seu cálculo considera o tamanho das turmas, infraestrutura da escola, formação, salário e plano de carreira dos professores. Já o CAQ representa o esforço do Brasil em aproximar seus investimentos aos realizados por países mais desenvolvidos em termos educacionais.

De acordo com o estudo, ao desconsiderar o CAQi e CAQ as propostas focam apenas na destinação e gestão de recursos e não na qualidade do ensino.

Sobre as novas fontes de arrecadação de impostos para compor a cesta do Fundeb, os pesquisadores descobriram que aproximadamente 60% dos deputados consideraram que deveria haver novas destinações de recursos. Entretanto, somente 20% destes propuseram alternativas.

Dentre os projetos legislativos que apresentaram nova destinação de recursos, 75,9% também não indicaram alternativas para financiamento.

O “Fundeb em foco” foi elaborado pelo Observatório Interdisciplinar de Políticas Públicas Prof. Dr. José Renato de Campos Araujo (OIPP) e pelo Grupo de Estudos em Tecnologias e Inovações na Gestão Pública (Getip), ambos da Universidade de São Paulo (USP). O levantamento cruzou 36 variáveis de 197 propostas legislativas do período 2004 a 2019, relacionadas ao Fundeb.

Com Jornal da USP

Veja mais:
Especial Financiamento da Educação – Entenda o que compõe o Fundeb
Vídeo responde principais dúvidas relacionadas ao Fundeb
O dinheiro direcionado para a educação hoje no Brasil é suficiente?
E-books explicam financiamento da educação e discutem alternativas

Crédito da imagem principal: reprodução relatório “Fundeb em foco”

Deixe um comentário

Please Login to comment

Talvez Você Também Goste

Notícias

Cursinho em SP tem ciclo de palestras sobre obras da USP e Unicamp

Em aulas gratuitas, professores tratam dos sete livros cobrados nos vestibulares

há 7 anos
Notícias

Vídeo com educadora Mazé Nóbrega explica como literatura estimula criticidade do aluno

“Leitor faz perguntas, deduz o não-dito, desenvolve raciocínio lógico e interpreta a obra”, lista professora

há 1 dia
Notícias

Editora disponibiliza 130 e-books gratuitos de educação com temáticas diversas

Coleções abrangem didática, políticas públicas, práticas, trabalho, relações étnico-raciais e pensamento educacional

há 6 dias
Notícias

7 livros para inspirar uma gestão escolar democrática e participativa

Conselhos, grêmios, associações e PPP ajudam a incluir a comunidade escolar nos espaços de decisão

há 1 semana

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.