A Segunda Guerra Mundial foi sem dúvida um dos maiores conflitos que a humanidade já viu e deixou danos irreparáveis em todos que dela participaram. Na época da guerra, as crianças representavam um dos grupos mais vulneráveis e muitas tiveram suas histórias divulgadas muito tempo depois, tornando os relatos a respeito das atrocidades ainda mais assustadores.

Estima-se que 1,5 milhões de crianças tenham sido assassinadas pelos alemães e seus apoiadores. Dentre esse número, muitas dessas crianças, ficaram mundialmente conhecidas e tiveram suas histórias publicadas em livros. Conheça alguns desses relatos que marcaram a história da humanidade:

Éramos jovens na guerra
Sarah Wallis e Svetlana Palmer, Editora Objetiva, 2013

O livro traz cartas e trechos de diários de 16 adolescentes de diferentes nacionalidades que tiveram suas vidas modificadas pela Segunda Guerra. Intenso, mostra a dor da perda, o desespero frente aos bombardeios e o medo do futuro desconhecido. São relatos de uma juventude que viveu e sentiu na pele os horrores da guerra e ajudam a reconstruir a imagem do que foi esse momento histórico.

Histórias de um garoto na Segunda Guerra
Hans Jurgen Vilimek, Editora Upsys, 2011

A autobiografia do garoto alemão que teve uma infância diferente. Hans Jürgen Vilimek viveu dos 10 aos 16 anos em guerra, pois não só seu país sentiu os efeitos da Segunda Guerra Mundial, sua vida também. O garoto que lutou em campos de batalha, morou em abrigos subterrâneos, sentiu na pele o medo e coragem se misturarem. Ele não sabia o porquê lutava, apenas sabia que era em nome do seu país.

Escondendo Edith
Kathy Kacer, Editora Melhoramentos, 2009

A obra mostra o drama de uma menina judia de seis anos que precisa enfrentar a Segunda Guerra Mundial. Obrigada a deixar sua vida tranquila em Viena, a família de Edith entra em uma rotina de fugas e incertezas. Com o pai levado para um campo de concentração, a mãe manda Edith e seu irmão para um abrigo que acolhe crianças judias. Mesmo assim, sua vida ainda teria muitas reviravoltas.

Fuja, coelhinho, fuja
Barbara Mitchelhill, Editora Biruta, 2014

Uma obra fascinante baseada no período de guerra, o livro conta a história de Lizzie, Freddie e seu pai. Um pacifista convicto que convocado a lutar na guerra se apresenta diante da junta militar argumentando seus ideais para tentar assumir uma função de não combatente. Com o pedido negado, a família resolve fugir na esperança de se manterem unidos.

O diário e Anne Frank
Anne Frank, Editora Record, 2013

O livro é um dos documentos mais famoso sobre a Segunda Guerra Mundial e mostra a comovente história da menina que viu sua vida mudar do dia para a noite por conta da guerra. O livro traz o cotidiano de famílias que tinham que se esconder para sobreviver, mas também os dilemas de uma menina entrando na adolescência.

 O menino da lista de Schindler
Leon Leyson, Editora Rocco, Rio de Janeiro, 2014

A história do menino mais jovem salvo pelo empresário alemão Oskar Schindler. Os destinos do empresário Schindler e do pequeno Leon Leyson se cruzam em 1939, quando o industrial contrata o pai do menino para sua fábrica. O livro é um testemunho dos momentos tenebrosos de guerra, porém um retrato íntimo e de gratidão sobre o empresário alemão que arriscou sua própria vida para salvar seus semelhantes.

O menino do pijama listrado
John Boyne, Editora Companhia das letras, 2006

Uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, a história traz um garoto alemão de nove anos que não faz ideia que seu país está passando por uma guerra e nem tão pouco que seu pai está envolvido nela. Obrigado a se mudar para uma região isolada, Bruno avista da janela de sua nova casa uma cerca e atrás dela centenas de pessoas vestidas com pijamas listrados. Contrariando seu pai, mas seguindo sua curiosidade o menino vai buscar respostas sobre quem são aquelas pessoas. Lá ele conhece o garoto Shmuel, mas, infelizmente, não sabia o que iria acontecer.

A menina que roubava livros
Markus Zusak, Editora Intrínseca, Rio de Janeiro, 2007

Um dos livros mais vendidos baseado na Segunda Guerra Mundial. A menina que escapou da morte três vezes deixou esta tão impressionada que ela mesma resolve nos contar sua história. Liesel Meminger teve sua vida transformada pela guerra, perdeu a mãe e o irmão e foi viver com uma nova família. Encontrou nos livros uma maneira de mudar sua dura realidade, mas sua vida ainda iria dar muitas reviravoltas.

O anjo de Hitler
William Osborne, Editora Seguinte, 2013

Livro de ficção e aventura que também tem como pano de fundo a Segunda Guerra Mundial. Escolhidos para prestar uma missão para o governo da Inglaterra, país em que estão refugiados, os adolescentes Otto e Leni deverão voltar para a Alemanha durante o conflito e resgatar a pequena Angelika. Pouco se sabe sobre a menina, mas ela é uma das apostas para colocar fim a grande guerra. Como amante da história da Segunda Guerra, o autor mescla ficção com eventos e pessoas reais em muitos momentos do livro.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

5 livros para apresentar poetas mulheres do Norte e Nordeste aos alunos

Prática na escola estimula representatividade e desmistifica literatura como campo masculino e sulista

há 1 semana
Notícias

Centenário de José Saramago: 5 links para utilizar o trabalho do autor na escola

Obra do escritor português pode ser usada de forma interdisciplinar e para discutir temas contemporâneos

há 1 mês
Notícias

Trabalho em grupo: 6 links para ajudar o professor a propor atividades

Materiais trazem exemplos de técnicas, regras e planejamento para o trabalho coletivo entre alunos

há 1 mês
Notícias

5 livros de literatura periférica para apresentar aos estudantes

Narrativas de autores que viveram na periferia podem inspirar jovens

há 1 mês

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.