De canais no Youtube aos informativos por e-mail, a Universidade de São Paulo (USP) oferece diversos projetos de extensão capazes de traduzir e divulgar sua produção científica para professores e alunos da educação básica. Eles são produzidos pela comunidade de docentes e graduandos da instituição.

Em comum, disponibilizam recursos que podem ser usados pedagogicamente em sala de aula ou indicados para os estudantes aprofundarem seus conhecimentos sobre as diversas áreas de ciências. Assim, auxiliam o ensino e o aprendizado de disciplinas escolares como química, física, genética, astronomia, além de conhecimentos sobre geopolítica, biodiversidade e atualidade. Segue a lista:

1. Química é vida

Produzido pelo Instituto de Química (IQ), o projeto disponibiliza em seu canal no Youtube vídeos que explicam como a química está presente no cotidiano em linguagem simples. Pode ser utilizado nas aulas de ciências da educação básica, ajudando a aprofundar temas como funcionamento de baterias de lítio, como vencer a guerra contra o coronavírus, a revolução genômica, entre outros.

2. Física para todos

Ciclo de palestras quinzenais promovido por pesquisadores do Instituto de Física (IF) que ficam disponíveis gratuitamente no canal da instituição no YouTube. Indicado para despertar a curiosidade de estudantes do ensino médio sobre temas científicos.

3. Boletim “Dia e noite com as estrelas”

Publicação bimestral sobre o que acontece no universo realizada por pesquisadores do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Oferece sugestões de leituras, quadrinhos e filmes que podem ser aproveitadas pelos professores da área de ciências e seus alunos, especialmente os dos ensinos fundamental 2 e médio. Em formato PDF, pode ser lido pela internet ou impresso. Para receber o conteúdo, envie o endereço de e-mail ou número de celular para contatodncestrelas@gmail.com

4. Cientificamente

O projeto oferece experimentos científicos que podem ser realizados em casa, na escola ou pelos professores em videoaulas à distância. A “Oficina CSI”, que mais faz sucesso entre os estudantes, é inspirada no seriado americano de investigação “CSI” e envolve a análise de material genético (DNA) na cena de um crime. Plano de aula e roteiro para o ensino médio disponíveis no site da iniciativa.

5. CineGRI

Iniciativa do Instituto de Relações Internacionais (IRI) que utiliza filmes para abordar, a partir deles, conteúdos escolares. As análises abarcam questões sobre história, ciências sociais e geografia dos contextos retratados. Os professores podem se inspirar nos vídeos sugeridos ou indicar para que os alunos de ensino médio assistam e debatam entre si.

6. Genoma USP

Usa as redes sociais para explicar de maneira fácil e divertida como funcionam os genes e a transmissão de características hereditárias.  As produções visuais contam com pequenos textos em linguagem clara e são indicadas para alunos de ensino fundamental 2 e médio. Professores de ciências e biologia também podem contar com vídeos e o Cine Genoma, com debates sobre questões da ciência a partir de filmes e séries de sucesso.

7. Museu de Zoologia

Animais misteriosos, histórias intrigantes e imagens impressionantes da ciência fazem parte do seu acervo. O site e redes sociais do projeto são voltados aos professores, estudantes e demais pessoas que se interessam pela zoologia, mas são melhor trabalhados na educação básica. O museu online disponibiliza jogos do tipo quiz, livros para baixar e indicações de leituras e vídeos. Para completar, tem também o tour virtual 360 que mostra o acervo do museu e a exposição “Biodiversidade – Conhecer para Preservar”.

8. Astronomia para todos

Projeto do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG), oferece conteúdos sobre temas da atualidade com uma abordagem mais próxima do público geral. Buracos negros, o nascimento de estrelas e a formação de planetas são alguns dos assuntos das palestras em vídeos disponíveis no canal da iniciativa no YouTube. Ideal para trabalhar com estudantes do ensino médio.

Com Jornal da USP

Veja mais:

Materiais didáticos gratuitos ajudam a trazer descobertas do Nobel de Física aos alunos

Animação auxilia professores de física a ensinarem atual modelo atômico

Cartilha da USP explica nanotecnologia para estudantes do ensino médio

Astronomia é ponto de partida para ensinar matemática, física, química e geografia

Canal “Poligonautas” dialoga com jovens sobre astronomia e ciências no YouTube

E-book gratuito aborda ensino de ciências e matemática

Materiais didáticos gratuitos ajudam a trazer descobertas do Nobel de Física aos alunos

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

Game gratuito oferece simulado de vestibular para alunos do ensino médio

Jogo reúne 10 mil questões de química, física, biologia, matemática, história e geografia

há 2 anos
Notícias

Cartilha da USP explica nanotecnologia para estudantes do ensino médio

Autores indicam associação dessa área da ciência a conteúdos de física, química, matemática e biologia

há 2 anos
Notícias

10 planos de aula que utilizam objetos virtuais de aprendizagem para ensinar ciências

Atividades são voltadas para as disciplinas de química e física e usam recursos online gratuitos

há 3 anos
Notícias

Ensino de ciências e matemática é tema de edição especial de revista

Artigos abordam aprendizagem de disciplinas dentro dessas áreas no ensino médio

há 3 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.