O óleo de cozinha é um dos principais ingredientes usados nas casas de todos os brasileiros. Porém, de acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), a cada quatro litros consumidos, um é descartado de forma incorreta, o que representa mais de 700 milhões de litros ao ano lançados no meio ambiente sem o devido cuidado e controle.

A atuação de serviços que tragam informação sobre a forma correta de descarte e também que auxiliem no recolhimento do óleo é essencial. O óleo descartado de forma incorreta chega aos mananciais e fica na superfície dos rios e lagos, impedindo a entrada de luz e oxigênio. Isso causa a morte de várias espécies aquáticas.

“O óleo é o resíduo doméstico mais impactante ao meio ambiente. Apenas um litro de óleo tem potencial para contaminar 25 mil litros de água”, ressalta Caio David, diretor-presidente do Instituto Triângulo, uma das iniciativas para o descarte correto de óleo. O Instituto identifica pontos de coleta e realiza a reciclagem, transformando o óleo em sabão. Unindo um trabalho voltado para a comunidade, química e ecologia, as ações já existem há mais de 20 anos. Segundo colaboradores do projeto, no entanto, ainda falta muito para que a população se conscientize e utilize novas alternativas quando se trata do óleo de cozinha.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Carro da poesia: grupo leva literatura periférica para as ruas de São Paulo

Conheça alguns direitos dos refugiados no Brasil

Projeto promove saúde humanizada por meio da palhaçaria

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.