BM Comunicação

Ver reportagens que retratam as periferias de São Paulo (SP) como locais de pobreza e violência faz parte do dia a dia de quem consome notícias. Ao reforçar esses elementos, sem considerar momentos que retratem as boas iniciativas que surgem, a cobertura da imprensa tradicional pode contribuir para reforçar estereótipos.

Essa realidade aproximou Ronaldo Matos e Thaís Siqueira na faculdade de jornalismo e os motivou fazer algo para tentar mudar a situação. Nasceu, assim, o “Desenrola e Não Me Enrola”, coletivo de jornalismo que cobre os acontecimentos culturais da periferia a partir do ponto de vista dos moradores dessa região da cidade.

Para dar conta da crescente demanda por produções e ampliar o alcance de suas narrativas, além da equipe fixa, o coletivo realiza anualmente o “Você Repórter da Periferia”. Oferecido de forma gratuita, o curso apresenta aos jovens as ferramentas do jornalismo, ajuda a criar vínculos entre eles e suas comunidades e pretende somar a outras iniciativas – como o Congresso de Escritores da Periferia e o Centro de Mídia do M’Boi Mirim – para promover a reflexão sobre o valor da cultura da periferia.

BM Comunicação

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Acessibilidade permite que pessoas com deficiência pratiquem esportes radicais

Doação de perucas fortalece a identidade e autoestima de mulheres com câncer

Conheça os riscos do cigarro eletrônico para os jovens

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.