Conteúdos

– Conceito de pandemia
– Guerra e avanços nos meios de transporte e comunicação
– Mudanças sanitaristas e na saúde pública
– Vacina e imunização

Objetivos

– Aprender sobre a primeira pandemia do século XX
– Entender o contexto histórico que permitiu a difusão do vírus pelo mundo
– Conhecer como ela atingiu os diferentes países e camadas da sociedade
– Saber como foi a reação e ação do vírus do Brasil
– Rememorar a cultura popular: O Apocalipse e o Carnaval

Proposta de Trabalho: 

O objetivo desse roteiro é auxiliar nos estudos em casa ou em outro ambiente. Nesse sentido, apresenta um percurso com textos base e algumas propostas de atividades, e no final há outros textos que podem ajudar a compreender melhor o tema em questão.

Não é necessário fazer todas as etapas ou ler todos os textos, mas as questões norteadoras, bem como as subquestões que advém delas, ajudam na captação do conteúdo inteiro e dos principais conceitos.

Leia os textos propostos, sempre buscando as repostas para cada uma das perguntas. Se aparecerem mais dúvidas ao longo da leitura, aproveite para anotar e aumentar ainda mais sua pesquisa. Após as leituras de cada um dos textos, escreva um parágrafo resumindo seu aprendizado.

1ª Etapa: O que é uma pandemia?

Contexto histórico da gripe espanhola

Perguntas norteadoras:

1) O que é uma pandemia?

O que é pandemia? Definição, Histórico e Gravidade – Guia do Estudante – Juliana Morales; Pandemia – Site Brasil Escola – Vanessa Sardinha dos Santos.

A partir da leitura, destaque os elementos mais importantes dos textos em questão:
– O que é uma pandemia?
– Qual a gravidade da pandemia?
– Qual a diferença entre surto, endemia, epidemia e pandemia?
– O que é transmissão sustentada?
– Quais fatores colaboram para a disseminação de uma doença?
– Quais as principais pandemias que ocorreram na história?

Para saber mais:
Pandemias
– Canal Nerdologia – Dr. Átila Iamarino.

2) Qual era o contexto do ano de 1918?

Leia os textos: Primeira Guerra Mundial – Brasil Escola – Daniel Neves; A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) – Só História.

Observe e destaque as seguintes informações:
– Por que a Primeira Guerra Mundial foi um marco na história da humanidade?
– O que é Guerra Total?
– Quanto tempo a guerra durou?
– Por que essa guerra foi um grande trauma? Quantas pessoas morreram?
– Quais são as principais causas da Guerra?
– Qual foi o estopim?
– Quais os lados e quais países compunham cada um?
– Onde a Primeira Guerra se desenrolou?
– Em quantas fases a Guerra se divide?
– Quando foi assinado e o que foi o Tratado de Versalhes?

Para saber mais:
Resumo de História: 1ª Guerra Mundial
– Canal da Débora Aladim.
O Brasil na Primeira Guerra Mundial – Canal Buenas Ideias – Eduardo Bueno.
Entenda a 1ª Guerra Mundial em 20 fotos da Época – G1 Mundo.

3) O avanço dos meios de transporte e de comunicação: diminuição das distâncias.

Leia os textos a seguir atentamente: Segunda Revolução Industrial – Mundo Educação – Eduardo de Freitas; Segunda Revolução Industrial – Brasil Escola – Rafaela Sousa.

Durante a leitura, busque nos textos e destaque as seguintes perguntas:
– Qual o período da Segunda Revolução Industrial?
– Quais os principais avanços tecnológicos ocorridos?
– Como esses avanços contribuíram na Primeira Guerra Mundial? Por que auxiliaram na propagação de doenças?

Para saber mais:
TOP 22: Grandes Invenções e Avanços Tecnológicos do Século XX
– Site UFO Geeks.
História da Tecnologia – ColaWeb.

2ª Etapa: O que foi a gripe espanhola?

Perguntas norteadoras:

1) O que são e como se propagam influenzas (gripe)?

Gripe – Brasil Escola – Mariana Araguaia;
Gripe – Dr. Drauzio Varella.

A partir da leitura dos textos, destaque as seguintes informações propostas:
– Qual a diferença entre gripe e resfriado?
– Por quanto tempo o vírus sobrevive dentro do organismo?
– É possível entrar em contato com o vírus e não desenvolver nenhuma doença?
– Quais os tipos existentes de Influenzas?
– Quais são as pessoas mais suscetíveis aos efeitos dos vírus?
– Como se prevenir da gripe?
– Como tratar a gripe?

Saiba mais:
Gripe: quais foram as maiores epidemias da história?
– Abril Saúde – Medicina – André Biernath.
Gripe e Resfriado – Dr. Drauzio Varella.

2) O que foi a Gripe Espanhola?

Mais mortal que a Primeira Guerra: a Catástrofe da Gripe Espanhola – Aventuras na História – Moacyr Scliar.
Gripe Espanhola – Brasil Escola – Daniel Neves.

Durante a leitura, busque nos textos as seguintes informações:
– Qual o papel da Primeira Guerra Mundial na proliferação do vírus da Gripe Espanhola?
– Quais são os efeitos que o vírus da Gripe Espanhola causa no organismo?
– Por que a influenza recebeu o nome de Gripe Espanhola?
– É possível afirmar de onde surgiu a doença?
– Quantas ondas houve e por quê?
– Quantas mortes foram causadas pela Gripe Espanhola?
– Quantas pessoas foram afetadas?
– A Gripe Espanhola pode ter ajudado no término na Primeira Guerra Mundial?

Para saber mais:
Gripe Espanhola: a Pandemia que Varreu o Mundo em 1918 – Doc #46
– Sala de Guerra.
100 anos da Gripe Espanhola – Conexão – Canal Futura.
E o ex e futuro presidente do Brasil morreu de gripe…a Gripe Espanhola de 1918 – Iconografia da Biblioteca Nacional.

3ª Etapa: Gripe espanhola no Brasil

Perguntas norteadoras:

1) Como chegou a gripe no Brasil?

Os dois textos do tópico anterior já têm elementos que podem auxiliar nas perguntas desse, porém, o seguinte texto poderá ser útil: Gripe Espanhola: a grande pandemia do século XX – Lígia Janasi – Jornal Politize!

Ao ler os textos, destaque as seguintes questões:
– Como o vírus chegou ao Brasil?
– Como os brasileiros reagiram ao vírus e à doença?
– Houve quarentena no Brasil? Quais lugares fecharam?
– O que a criação da bebida caipirinha tem a ver com a epidemia de Gripe Espanhola?
– Quem foi Rodrigues Alves?

2) Por quais medidas de saúde e segurança o país passou após a pandemia?

Leia os textos: Departamento Nacional de Saúde Pública – Arquivo Nacional – MAPA – Memória da Administração Pública Brasileira; Conheça a história da saúde pública no Brasil – Guia do Estudante – Carla Mereles.

A partir da leitura, localize nos textos as seguintes informações:
– Qual era o papel da Santa Casa de Misericórdia?
– O que é filantropia? Como a Santa Casa se sustentava?
– Quando foram criadas as primeiras faculdades de medicina no Brasil?
– O que é higienização sanitária? Onde ela é feita?
– Quais são as principais ações dos sanitaristas?
– Como era a higiene e os hábitos das pessoas no início do século XX?

Para saber mais:
A devastadora Gripe Espanhola – Pod Cast Arquivo S
– O Senado da História.

4ª Etapa: Cultura Popular: apocalipse e carnaval

1) Por que os brasileiros achavam que viviam o apocalipse?

Leia os textos: O que a ciência tem a dizer sobre o Apocalipse – Jornal El País Brasil – Daniel Mediavilla.

A partir da leitura, destaque nos textos as seguintes informações:
– Por que a ideia de fim de mundo impressiona tanto os seres humanos?
– Em quais momentos a humanidade achou que o mundo estava acabando ou acabou?
– Quais são hoje as maiores ameaças à continuidade da sociedade humana?
– Por que as infecções e doenças inspiram tanto medo do extermínio?

Para saber mais:
E o mundo não se acabou
– Carmen Miranda.
Santos, Ricardo Augusto. O Carnaval, a peste e a “espanhola”. In: História, ciências, saúde-manguinhos. Vol. 13 nº 01 Rio de Janeiro, Jan. Mar/2006.

5ª Etapa: Cheque seus conhecimentos

1) Como fazer um fichamento?

O fichamento é um resumo em tópicos ou citações. Ele é feito para sistematizar o conhecimento e facilitar a leitura quando retomamos o estudo, seja nas vésperas de uma prova ou quando vamos fazer um trabalho e precisamos de conceitos de forma acessível. Com os textos que foram selecionados, é possível fazer alguns fichamentos. Para isso, seguem algumas dicas:

a) No início da página coloque o título do texto, assim como o nome do autor e a fonte da qual o texto foi retirado;
b) A partir das seleções feitas pelas perguntas norteadoras, localize os conceitos centrais e os transponha para o papel. É possível escrever em tópicos ou copiar o texto todo;
c) Finalize com um pequeno resumo do texto ou de vários textos, no qual possa treinar sua escrita.

Importante: Não ocupe mais de uma página!

2) Como fazer um Mapa Mental?

O mapa mental segue uma lógica parecida com a do fichamento, no entanto, ao invés de textos, ele foca em imagens, para que a partir da visualização seja possível relembrar conceitos e tópicos das leituras ou do tema proposto. É necessário dispor de folha sulfite e canetas coloridas.

Após a leitura dos textos e de destacar todas as questões propostas, escolha um dos subtópicos, por exemplo, o tópico 2: “Surto, Epidemia, Endemia e Pandemia – Você sabe a diferença?” e prepare um mapa mental sobre o tema.

a) Pegue uma folha sulfite e coloque-a na horizontal;
b) Escreva o tema do seu mapa mental no centro do papel (utilize caneta colorida); Exemplo: Doenças e Infecções;
c) A partir da palavra central (Doenças e Infecções), faça conexões com outras palavras, usando canetas coloridas e desenhos;

d) De cada um dos tópicos (surto, pandemias, endemias, epidemias), puxar dois subtópicos, um que caiba um exemplo e outro que caiba o conceito de cada um deles;
e) Preencha outros detalhes se quiser e achar necessário, use cores diferentes, faça desenhos e use símbolos.

3) Questões de Vestibular

Realizar questões de vestibular e do ENEM é um excelente exercício durante estudo autodirigido, isso porque essas questões são seguidas de gabarito, mesmo quando são dissertativas. Abaixo, alguns exemplos de questões sobre o tema estudado:

1) (PUC-Minas) A Influenza A (H1N1) é uma doença respiratória causada pelo vírus tipo A, que normalmente provoca surtos de gripe entre os suínos. Em 24 de abril de 2009, a partir das análises das amostras colhidas de casos de síndrome gripal notificados pelos governos do México e dos Estados Unidos da América, foi identificado um novo subtipo do vírus, classificado como A/CALIFORNIA/04/2009, que não havia sido detectado previamente em humanos ou suínos.

Segundo dados oficiais do governo do México, os sintomas podem iniciar no período de 3 a 7 dias e a transmissão ocorre principalmente em locais fechados. De acordo com a OMS, não há registro de transmissão deste novo subtipo da influenza para pessoas por meio da ingestão de carne de porco e produtos derivados.(Fonte: Diretrizes para o enfrentamento à pandemia de influenza a (H1N1): ações da atenção primária à saúde)

Sobre esse assunto, assinale a afirmativa INCORRETA.
a) O antibiótico específico para o tratamento da doença deve ser administrado mesmo em casos leves a moderados.
b) Este novo subtipo do vírus Influenza A (H1N1) é transmitido de pessoa a pessoa, principalmente por meio da tosse ou espirro e secreções respiratórias de pessoas infectadas.
c) Tendo em vista a incidência e a distribuição geográfica de casos novos confirmados para o novo vírus Influenza A (H1N1), classifica-se essa doença como pandemia.
d) A produção de uma vacina eficaz e definitiva para a influenza é dificultada pela grande capacidade de mutação e de recombinação dos vírus causadores da doença.

Resposta: A

2) (Cefet-MG) O uso das trincheiras na Primeira Guerra Mundial:
a) acelerou o fim do embate entre os países beligerantes.
b) encerrou as disputas territoriais entre os países europeus.
c) marcou a memória de uma geração de forma traumática.
d) incentivou o seu emprego nas lutas europeias posteriores.
e) garantiu a proteção da população civil dos horrores do conflito.

Resposta: C

3) (FMABC) “Calcula-se que a pandemia de 1918-1919 foi responsável por cerca de 20 milhões de mortes, cifra próxima a 1,5% de toda a população mundial do período.”
Claudio Bertolli Filho. A Gripe Espanhola em São Paulo, 1918. Epidemia e sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003, p. 73

O texto fala da gripe espanhola. Sobre ela, podemos dizer que
a) sua expansão foi facilitada pela existência de grandes concentrações urbanas, as metrópoles, e pela Primeira Guerra Mundial.
b) seu controle foi obtido a partir de pesquisas que resultaram em ampla vacinação, logo após o início do primeiro surto da doença.
c) sua taxa de infectividade era bastante baixa, mas a de letalidade era altíssima, chegando a quase 100% dos contaminados.
d) seu efeito na economia foi profundo pois reduziu drasticamente a mão-de-obra na agricultura e incentivou a indústria farmacêutica.
e) sua origem é desconhecida, embora se acredite que o vírus seja originário de áreas de colonização espanhola na América.

Resposta: A

4) (UFRGS – 2012)  Em 1918, ocorreu no Brasil uma grande mortalidade entre a população do país, ocasionada pela epidemia de “gripe espanhola”.

A respeito desse surto epidêmico, considere as afirmações abaixo.
I – A doença chegou ao Brasil com o afluxo de imigrantes vindos da Europa.
II – O cotidiano dos brasileiros foi profundamente alterado, com o fechamento de locais públicos e a proibição de reuniões noturnas.
III – Rodrigues Alves eleito à Presidência da República em 1918, não pode tomar posse a 15 de novembro por estar acometido da “gripe espanhola”.

a) Apenas II
b) Apenas II e III
c) Apenas III
d) Apenas I e III
e) I, II e III

Resposta: B

Fontes:
Exercícios sobre gripe A (H1N1)
– Site Brasil Escola.
Exercícios sobre a vida nas trincheiras – Site Brasil Escola.
Site Estuda.com.
Questões do ENEM – O Globo.
Vestibular UFRGS – Site Institucional

Arquivos anexados

  1. Roteiro de estudos_Gripe Espanhola

Tags relacionadas

Talvez Você Também Goste

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.