Na sala de aula da Fundação Casa, a condição de vulnerabilidade social é muito presente, o que torna o comprometimento dos educadores maior. “Os alunos precisam de alguém próximo para que entendam a necessidade de estudo”, diz o coordenador pedagógico, Walter Soares de Souza. “Precisamos resgatar o que esse adolescente tem de melhor.”

Do outro lado, os estudantes reconhecem o esforço no trabalho dos educadores. “Eles se importam, acreditam em nós e querem que a gente mude de vida”, conta um dos internos entrevistados pelo portal NET Educação. Para a educadora há sete anos no espaço Stella Duarte, os professores são como heróis: “o desafio é diário e constante”. 

Assista outros programas do NET Educação:
Educadores da Fundação Casa: ser professor nesse contexto é compensador
Mídia e educação: “Não dá para confiar em tudo o que é publicado”, diz Mariana Godoy
Mídia e educação: “Tem que discutir política. Tem que discutir tudo na escola”, afirma Mariana Godoy
Hortas escolares: os aprendizados além da alimentação saudável
Horta escolar envolve alunos e melhora comportamento
Assembleias escolares permitem experimentação democrática e aprendizados

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Aulas de reforço de matemática facilitam aprendizado com exemplos do cotidiano

Como implementar a monitoria aluno-aluno na escola?

“Lojinha” na escola ensina conceitos de economia a partir do cotidiano dos alunos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.