Ao entrar na Cidade do Livro, em São Paulo (SP), ninguém imagina o que está por trás do que parece ser “apenas” uma livraria. A fachada simples esconde dois mil metros quadrados repleto de atividades interativas que promovem e incentivam o hábito da leitura.

O projeto funciona há 18 anos e utiliza o teatro, a música e o entretenimento para atrair os alunos. O idealizador da Cidade do Livro, Claudio Amadio, diz que "é importante não só colocar a criança em uma biblioteca e falar: Leia! Mas é essencial instigar a criança".

A Cidade do Livro possui ainda material pedagógico extra para o professor aplicar atividades em sala de aula e dicas de como utilizar o conteúdo com personagens, músicas e temas educativos. O espaço é aberto somente para grupos escolares durante período letivo, mas abre a visitação nos meses de julho e janeiro para o público em geral.

Assista outros programas do NET Educação:
Espaço reservado aos adolescentes é destaque na Cidade do Livro
"A máquina em braile é o nosso caderno", diz aluno com deficiência visual
Saberes da comunidade são valorizados no projeto OCA Escola Cultural
Tocar, dançar e brincar faz parte do aprendizado das crianças
"Use o coração e a verdade para espalhar conhecimento”, diz Ferréz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Aulas de reforço de matemática facilitam aprendizado com exemplos do cotidiano

Como implementar a monitoria aluno-aluno na escola?

“Lojinha” na escola ensina conceitos de economia a partir do cotidiano dos alunos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.