“Se nós queremos ter escola pública de qualidade, com renovação dos profissionais, atraindo os jovens, nós precisamos ter carreira valorizada”, afirmou o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) Roberto Franklin Leão, ao destacar a importância da lei do piso salarial nacional para professores. Apenas Sergipe, Piauí e Distrito Federal cumprem a lei na sua integralidade, considerada constitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF) desde 2011.

O NET Educação também ouviu o professor de políticas públicas da Universidade Federal do ABC Salomão Ximenes. Segundo ele, a Lei do Piso dos Professores "não pode ser entendida como uma luta unicamente dos docentes. Ou seja, é uma luta que envolve uma categoria, mas que tem reflexo e benefício em toda a sociedade". Ximenes também explica qual é a relação com o CAQ (Custo Aluno Qualidade).

Assista outros programas do NET Educação:
Após 5 anos de constitucionalidade, Lei do Piso dos Professores ainda encontra entraves
Educadores da Fundação Casa: ser professor nesse contexto é compensador
“Precisamos resgatar o que esse adolescente tem de melhor”
Mídia e educação: “Não dá para confiar em tudo o que é publicado”, diz Mariana Godoy
Mídia e educação: “Tem que discutir política. Tem que discutir tudo na escola”, afirma Mariana Godoy
Hortas escolares: os aprendizados além da alimentação saudável

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Como ajudar no desenvolvimento de crianças superdotadas?

Projeto “Mães guardiãs” busca combater a evasão escolar

Aulas de reforço de matemática facilitam aprendizado com exemplos do cotidiano

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.