A metodologia tradicional de ensino se consolidou no século XIX a partir das ideias do filósofo alemão Johann Friedrich Herbart (1776-1841) sobre a transmissão do conhecimento. Herbart queria organizar a multiplicidade de interesses do aluno e direcioná-la ao ensino e aprendizagem.

Como o próprio nome sugere, a pedagogia tradicional é uma das mais convencionais metodologias de ensino. No sentido etimológico, tradição é o ato de passar para outro, por isso o professor é uma figura importante no processo de ensino. Ele acaba atuando como um mediador entre o conhecimento e o aluno. As aulas costumam ser expositivas, com momentos de preparação, apresentação de novos conteúdos, associação com antigos aprendizados, generalização e aplicação do conhecimento para alguma finalidade.

Segundo a professora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Carlota Boto, a maioria das escolas brasileiras, tanto particulares quanto públicas, adota o modelo da pedagogia tradicional. Vem aumentando, no entanto, a quantidade de escolas tradicionais que mesclam práticas de outros métodos de ensino. “As melhores estratégias de ensino são aquelas capazes de utilizar o repertórios dos diferentes métodos tendo em vista as necessidades de cada ocasião. As ocasiões pedagógicas é que vão ser mobilizadoras daquilo que deverá ser feito em cada situação”, afirma Boto.

Confira o vídeo com audiodescrição:

Veja mais:

Especial Métodos Pedagógicos

Métodos pedagógicos: pedagogia Freinet vê aluno como protagonista

Métodos pedagógicos: método Waldorf se orienta por ciclos de sete anos

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Cozinha experimental na escola: atividade constrói conhecimento multidisciplinar

Yoga na escola: prática ajuda a reduzir ansiedade e estresse de alunos

Como a escola pode auxiliar na transição da educação infantil para o ensino fundamental?

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.