Navegar por uma mapa onde possam ser localizados os projetos destacados no Portal do Instituto Claro, em formato de reportagens, ao longo desses primeiros seis meses de existência do site. Gostou da ideia? Pois é o que esta página oferece, a qual também sugere ao internauta a possibilidade de conferir todas as entrevistas exclusivas realizadas com especialistas da educação, bastando apenas um clique nos seus respectivos estados.

 

Clique na imagem para acessar o mapa e conhecer os projetos

 

Com a dinâmica de atualização semanal de conteúdo, o portal já explorou temas que interessam a diversas áreas da educação e contou com a participação de professores, pesquisadores e educadores de diferentes locais do Brasil. Agora, as teorias e práticas já aqui destacadas sobre a relação da tecnologia com os processos de ensino/aprendizagem, que parecem ter um potencial infinito para discussões, podem ser recuperadas de forma georeferenciada, por meio de uma página criada no Google Maps e compartilhada publicamente.

 

Temas em efervescência ou temas clássicos. Assuntos ainda polêmicos, como o uso do celular na sala de aula, ou outros até então pouco esclarecidos para professores em geral, como as possibilidades da TV Digital na educação. Temas que prometem ainda dar muito o que falar, a exemplo do uso do QRcode e do GPS na educação. Descubra onde estão os projetos que tratam tudo isso, investigue se existem diferenças entre as práticas nas diferentes regiões do país e indique abaixo, no espaço para comentários, outras iniciativas que você conhece, para que, em breve, elas estejam também figurando no mapa de reportagens do Instituto Claro.

 

 

Como pode ser percebido já numa primeira visualização da mapa, os projetos destacados se concentram em maior número nas regiões Sul e Sudeste, o que reflete uma carência de iniciativas em regiões como Norte, Nordeste e Centro Oeste, embora existam, nessas áreas, centros desenvolvedores de excelentes projetos, como o C.E.S.A.R, sediado em Recife (PE).

 

Se por um lado o mapa demonstra ações, pesquisas e práticas relacionadas ao uso das novas tecnologias na educação em maior volume nos grandes centros do país, também é possível perceber que os recursos tecnológicos permitem aplicações e bons resultados onde quer que sejam implementados, desde que, por trás dos mesmos, exista uma metodologia estruturada.

 

Prova disso é uma das ações localizadas no mapa. Situado em uma região rural do Tocantins, onde nem mesmo há sistema de coleta de lixo, o projeto Barreiro é exemplo e referência de colaboração e interferência na comunidade iniciada a partir do uso da internet.

 

Seja no Tocantins, Rio Grande do Sul ou São Paulo, o que as iniciativas reunidas pelo Instituto Claro nesses seis meses mostram é que a educação pode ser transformada e se aproximar da realidade dos jovens hoje denominados “nativos digitais” quando educadores aceitam somar o conhecimento dos alunos aos que possuem. E, nesse processo, os projetos presentes neste mapa mostram, em sua maioria, que a tecnologia, se usada de forma crítica, pode ser excelente recurso para essa construção.

 

As reportagens que não puderam ser localizadas neste mapa, porque tratam de conceitos gerais ou porque são recursos que nasceram no exterior e, aqui, no país, não têm um determinado centro de referência, estão reunidas em box ao lado, permitindo fácil acesso ao internauta.

 

Evolução 
Ao navegar pelo este mapa, o internauta também poderá perceber, ao observar as datas das publicações, que os conteúdos do portal do Instituto Claro foram ganhando uma identidade multimídia ao longo dos meses.

 

À proposta de oferecer conteúdo de qualidade, objetivo principal desde a implementação do portal, somou-se uma imensa necessidade, sentida pela equipe, de oferecer recursos que caracterizam a web 2.0 e que podem, de alguma forma, ampliar os conceitos discutidos e/ou incentivar a prática de ações relacionadas aos projetos destacados no portal.

 

A resposta dos internautas, os quais assumem, cada vez mais, uma postura ativa na web, vem sendo manifestada através dos frequentes comentários. Você poderá conferir cada um deles ao acessar os links das reportagens sugeridos no mapa e, ainda, continuar a ampliar os debates.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

13 dicas para criar uma peça de teatro com os alunos

Professores recomendam trabalhar com jogos, improvisações, literatura e música no processo criativo

Como ensinar ginástica na educação física escolar?

Professoras indicam 8 possibilidades para desenvolver com alunos do ensino fundamental

11 formas de acolher o aluno com síndrome de Tourette

Ambiente inclusivo evita que estudantes sofram com bullying e dificuldades de aprendizagem

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.