“Queremos oferecer um espaço para que as pessoas trabalhem juntas e contribuam para a construção coletiva de um novo paradigma de educação.” Assim falou Antonio Britto Filho, presidente do Instituto Claro e diretor de Assuntos Corporativos da empresa, no dia 30 de março, data de lançamento do Instituto.

O evento aconteceu em São Paulo, no Museu da Língua Portuguesa, região da Luz. Estiveram presentes dezenas de especialistas ligados à educação e às Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), além de autoridades políticas e do campo da comunicação. No palco da cerimônia estiveram, além de Antonio Britto, João Cox, presidente da Claro, Emília Ribeiro, do Conselho Diretor da Anatel, Júlio Semeghini, deputado federal, e Gilberto Kassab, prefeito da capital paulista.

“O Instituto personifica todo o conjunto de ações que a Claro quer fazer em busca de contribuir para a sociedade brasileira”, disse João Cox. Ele explicou que a ideia nasceu de uma reflexão sobre “como a tecnologia, que hoje está presente e difundida por meio dos celulares, pode contribuir para o tema da educação”. Daí a missão do Instituto, que é “estimular e apoiar iniciativas que potencializem o uso das novas tecnologias de informação e comunicação para o desenvolvimento de oportunidades inovadoras, que façam da aprendizagem e da construção do conhecimento uma experiência interessante e lúdica”.

Para compor o Conselho do Instituto, foram chamados Carlos Seabra, do Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos (IPSO); o jornalista Gilberto Dimenstein; e Roseli de Deus, professora da POLI-USP e diretora da Estação Ciência.

Um portal para o novo
A principal atividade do Instituto nesta primeira fase é mapear, desenvolver e disseminar conteúdos, programas e recursos tecnológicos nas áreas educacionais, sociais e culturais; por meio de um portal para agregar informações, ferramentas, pesquisas e pessoas relacionadas ao tema central. O portal, que tem como endereço www.institutoclaro.org.br, já está no ar e possui teses e artigos, além de reportagens sobre iniciativas atuais e links para ferramentas de aprendizado, como games, webquests e sites de educação.

O Portal e o Instituto Claro têm como método uma construção totalmente colaborativa de conhecimento. “Não temos mapa e nem manual para atuar nesse mundo. Temos plena consciência de que é um enorme espaço de diálogo que tem de ser construído”, disse Antonio Britto. Para isso, argumenta, é preciso “integrar quem está produzindo conhecimento, quem está experimentando novos caminhos e todos aqueles que querem fazer do aprendizado uma experiência mais rica e mais lúdica”.

Para facilitar a comunicação nesse universo, o portal possui dois grandes espaços, chamados Observatório e Laboratório. No primeiro, estão presentes teses, artigos acadêmicos, entrevistas e reportagens sobre iniciativas que dialogam com as novas formas de aprendizagem. No Laboratório, muitas dessas discussões ganham corpo e são apresentadas como softwares e outras ferramentas interativas que propiciam a experiência de novas formas de aprender em espaços igualmente novos. Possibilidades de usos desses mecanismos, dentro ou fora da sala de aula, também têm espaço, ao lado da “Incubadora de idéias”, onde são discutidas novas propostas relacionadas à aprendizagem com o uso das TICs.

Além do Portal, outras iniciativas fazem parte do Instituto Claro, como o Programa de Reconhecimento, Seminário, Programa de Voluntariado, o Programa de Doação ao FIA e o Claro Curtas.

 

Para saber mais sobre o Portal, leia:

 

Conheça melhor os ambientes do Portal do Instituto Claro

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Como usar fanfics em sala de aula?

Produção literária colaborativa de fãs estimula leitura e escrita entre jovens

Como utilizar a culinária afrodiaspórica no ensino de química?

Pratos como feijoada, acarajé e moqueca ajudam a abordar diferentes conteúdos da disciplina

Cup song ajuda a ensinar educação artística, matemática, línguas e ciências

Coreografia com copos trabalha coordenação motora, contagem de tempo e vibração do som

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.