A articulação com diferentes agentes da sociedade para promover a busca pelo desenvolvimento social é pensada pelo Instituto Claro no seu dia a dia. Um dos projetos que atua neste sentido é o Programa de Doação ao FIA (Fundo da Infância e Adolescência), lançado em 2008, que mobiliza os funcionários de todas as Regionais da Claro a destinarem parte de seu imposto de renda (IR) para projetos de proteção a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

As instituições beneficiadas pelo Programa da Claro são previamente selecionadas junto aos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), órgãos que planejam, executam, fiscalizam e coordenam a política dos direitos da criança e do adolescente.

A doação, estabelecida pela Lei federal 8.069/90, é simples e não traz ônus a quem colabora. E a pessoa física que faz a declaração completa de IR pode deduzir até 6% do imposto devido.

Para reforçar o quanto iniciativas como essas estão alinhadas aos seus valores, a Claro se compromete, todos os anos, a dobrar o valor arrecadado internamente e beneficiar ainda mais os projetos e instituições.

O Programa reforça a importância da parceria entre empresa e poder público. De acordo com Wilson Pastorini, gerente da unidade orçamentária e financeira da Secretaria Municipal de Coordenação Política e Governança Social de Porto Alegre, “Aqui temos um trabalho contínuo, o ano inteiro, com a participação de várias empresas, incluindo a Claro. Como cada um faz a sua parte tão bem, conseguimos sempre um resultado positivo”, avalia Pastorini.

Saiba como participar

Você também pode fazer a sua contribuição para projetos que beneficiem as crianças e adolescentes do Brasil. Saiba como realizar a doação, passo a passo. A publicação foi desenvolvida pela Febraban – Federação Brasileira de Bancos.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

13 dicas para criar uma peça de teatro com os alunos

Professores recomendam trabalhar com jogos, improvisações, literatura e música no processo criativo

Como ensinar ginástica na educação física escolar?

Professoras indicam 8 possibilidades para desenvolver com alunos do ensino fundamental

11 formas de acolher o aluno com síndrome de Tourette

Ambiente inclusivo evita que estudantes sofram com bullying e dificuldades de aprendizagem

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.