Um conteúdo desconectado da vida do estudante contribui para que crianças e jovens não gostem de ler. Este foi o princípio que norteou Danielle Brants na criação da GutenNews, uma plataforma de leitura para o ensino fundamental. Danielle ministrou a palestra “Contextualização, interdisciplinaridade e personalização do ensino – estudos de caso com o uso da tecnologia”, no InovaEduca 3.0, nesta terça-feira (8/11), em São Paulo (SP).
 
O GutenNews oferece textos jornalísticos com uma linguagem adequada ao ensino fundamental. O conteúdo pode ser utilizado como material didático para aulas interdisciplinares, aliando áreas de conhecimentos diversas. “Um material didático, por mais atual que seja, fala do passado e não está sintonizado com o que está acontecendo agora. O professor de ciências pode abordar o zika vírus, por exemplo, ao abordar epidemia em sala de aula”, destaca.
 
Segundo Danielle, a plataforma possibilita que a leitura seja trabalhada indiretamente em projetos desenvolvidos pela escola. Contudo, apesar do aporte tecnológico, professores e gestores possuem um papel fundamental para a assimilação do conhecimento.
 
“O professor precisa planejar a aula tendo como foco as habilidades que gostaria que seu aluno desenvolvesse, não o conteúdo a ser ensinado. Além disso, a avaliação deve ser realizada ao longo do processo e com retornos constantes, não em uma prova ao final do ciclo”, orienta.
 
A GutenNews oferece materiais gratuitos e planos pagos. Segundo Danielle, as eleições municipais, o zika vírus e Pokémon foram os assuntos mais acessados no último mês. 
 
Veja mais: 
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Conheça 9 dinâmicas para ensinar matemática a aluno com TDAH

Atividades lúdicas aliadas a conteúdos curriculares ajudam a trabalhar atenção e memória

Dissecação de flores ajuda a abordar angiospermas nas aulas de biologia

Atividade permite ao aluno identificar cada parte da planta e sua função na reprodução

Confira 11 orientações para ensinar educação musical a alunos surdos

Professores podem desenvolver atividades que explorem a vibração do som com toda a turma

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.