Uma crença, muito trabalho com visão empreendedora e parcerias bem-sucedidas. O “mix” desses componentes permite que a Comunidade Educativa Cedac atue em diversos municípios do país e transforme a realidade educacional das comunidades em que atua.

Cedac/Divulgação

Oficinas de arte valorizam nos educadores criatividade e postura inovadora

O que a instituição busca com seus projetos é criar e melhorar as condições para que cada criança, cada jovem, realmente aprenda. Para seguir tal caminho sem se perder, entretanto, é necessário ser empreendedor, e no Cedac, mais que isso: é necessário formar empreendedores. Uma das marcas dos programas da organização é permanecer nas comunidades apenas o período necessário à formação dos educadores locais. Depois disso, líderes da região é que dão continuidade às ações.

Com 4.189 professores em formação e 530 mil alunos atendidos, as tecnologias digitais contribuem para que esse trabalho seja contínuo e que a aprendizagem resulte de muita troca de experiência em momentos presenciais ou virtuais. No processo, é de vital importância articular relações entre diferentes atores da sociedade e dar suporte às conexões que se formam, disponibilizando metodologias e práticas pedagógicas e criando condições de aprendizagem.

Cedac/Divulgação

As fundadoras do Cedac Beatriz Cardoso, Maria Tereza Perez e Cristina Pereira

“Para a mudança em uma comunidade realmente acontecer, não basta um bom programa, precisamos, quase sempre, do envolvimento do poder público além do envolvimento dos educadores da comunidade”, explica Cristina Pereira, que fundou a instituição ao lado das pedagogas Beatriz Cardoso e Maria Tereza Perez.

A gestora do Cedac explica que sempre apresentou os programas destacando que a aprendizagem tem um papel transformador e mostrando que o trabalho em rede aumenta a chance de mudar comportamentos e até mesmo a cultura local. Para tudo acontecer, porém, é preciso aceitar o novo, estar aberto para lidar com mudanças.

Envolvimento que faz diferença

Elisa Mendes

Na Casa do Professor em Congonhas (MG), professora conduz atividade em sala multmídia

Coordenadora pedagógica de ensino fundamental na Secretaria Municipal de Educação de Venda Nova do Imigrante (ES), Fábia Aguillar conta que vivenciou em rede a transformação da cultura local por meio do Projeto Escola, implementado pelo Cedac em parceria com a prefeitura de sua cidade e o Instituto Jutta Batista.

“Antes do programa, não havia todo o movimento de alunos e educadores que temos hoje nas bibliotecas e havia menos iniciativa dos professores para realizar atividades artísticas”, conta Fábia, que há sete anos trabalhando no município se diz impressionada com o engajamento que foi despertado nas professoras. O projeto cria espaços de acolhimento, desenvolvimento e aprendizagem, que costumam ser na própria escola.

Um exemplo de espaços de aprendizagem promovidos pela organização fica por conta da Casa do Professor. O espaço é amigável para a interação e articulação, pois oferece acervo inicial de 1.500 itens, entre livros, games, DVDs, e ainda salas para reuniões, sessões de vídeo, exposições.

“Nessas casas, os líderes locais dos programas, após formados, conduzem reuniões com educadores que muitas vezes se deslocam de outras cidades. Nessas ocasiões, eles também costumam fazer uso de materiais pedagógicos e tecnologias digitais que eles mesmos desenvolveram ao longo do nosso trabalho em equipe”, destaca André Vilela, coordenador do núcleo de artes do Cedac.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

16 jogos de mão para apresentar às crianças na escola

Educadora indica brincadeiras para trabalhar rimas e musicalidade com os alunos

9 canções para ensinar conteúdos de educação ambiental

Letras abordam temas como conservação, mudança climática e intervenção humana na natureza

Como trabalhar Gabriel García Márquez na educação básica?

Obra do escritor colombiano ajuda a abordar realismo mágico e história latino-americana

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.