“Hora do Enem” é o programa oficial do MEC de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O portal reúne três iniciativas: uma plataforma de estudos desenvolvida pelo Geekie Games, MecFlix e o TV Escola. Segundo dados do Geekie Games e da Rockette Pinto – empresa responsável pelo programa TV Escola – o portal já possui mais de 3,3 milhões de usuários, 5 milhões de acessos e 22 milhões de visualizações.
 
A maioria dos acessos é feita por desktop (64,3%), celular (33,2%) e tablet (2,5%). “Todo o conteúdo é gratuito e qualquer interessado pode fazer os simulados, milhares de exercícios e assistir centenas de videoaulas”, resume o diretor de tecnologia da Geekie Games, Danilo Bardusco. 
 
Estudo personalizado
A plataforma é capaz de montar um plano de estudos personalizado, com base no objetivo e no conhecimento de cada aluno, oferecendo o conteúdo mais adequado a ser estudado. “Assim que faz o login, o estudante participa de um teste para nivelar seu conhecimento de cada matéria e seleciona o curso e a faculdade onde deseja entrar, bem como quantidade de horas diárias que pretende reservar para se preparar, o que pode variar de 30 minutos a três horas", descreve Bardusco.
 
Os simulados seguem os mesmos moldes do Enem e o modelo estatístico de Teoria de Resposta ao Item (TRI). “Isso permite uma estimativa bastante precisa de quanto o candidato tiraria na prova se ela fosse hoje, como um spoiler da nota do aluno”, esclarece o diretor. 
 
No primeiro simulado nacional foram realizadas 700 mil avaliações. Os próximos estão programados para os dias 25 de junho, 13 de agosto e 8 e 9 de outubro de 2016. 
 
Programa de TV
O programa TV Escola possui 30 minutos de duração e exibição diária, de segunda a sexta-feira. Nos dois primeiros blocos, apresenta informações gerais sobre o Enem, notícias, orientações e comenta dois vídeos resoluções de questões dos anos anteriores.
 
Já no terceiro bloco, um convidado é recebido no estúdio para ampliar a discussão do Enem para além dos conteúdos trabalhados nas provas. “Pode ser um professor, um orientador pedagógico, um gestor escolar, um especialista em educação, um dirigente ou mesmo um estudante . Cada um abordando a sua visão crítica do exame e sua experiência pessoal”, explica Bardusco.
 
Exibido em 40 canais de todo o Brasil, entre TVs universitárias e canais estaduais, incluindo o Canal Futura, os programas também ficam disponíveis no site da TV Escola
 
Biblioteca de videoaulas
No MECFlix,  uma biblioteca de videoaulas interativa, o estudante pode salvar as videoaulas que considerar mais interessantes, além de organizar sua exibição e compartilhar playlists. “Todos os parceiros selecionados, como o Geekie Games e a Khan Academy, já têm bastante experiência na criação de conteúdos educacionais na internet, o que faz com que a qualidade do material oferecido seja excelente”, garante o diretor. 

Veja mais: 
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Conheça 9 dinâmicas para ensinar matemática a aluno com TDAH

Atividades lúdicas aliadas a conteúdos curriculares ajudam a trabalhar atenção e memória

Dissecação de flores ajuda a abordar angiospermas nas aulas de biologia

Atividade permite ao aluno identificar cada parte da planta e sua função na reprodução

Confira 11 orientações para ensinar educação musical a alunos surdos

Professores podem desenvolver atividades que explorem a vibração do som com toda a turma

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.