Autor do livro “Mayombe”, o escritor angolano Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, mais conhecido pelo pseudônimo de Pepetela foi entrevistado pela rádio da Universidade de São Paulo (USP). Ele falou sobre aspectos da sua obra, a relação cultural entre Brasil e África e a influência de seus livros nos jovens brasileiros. A entrevista pode ser conferida online.

Publicado em 1980, “Mayombe” foi escrito durante a participação de Pepetela na guerra de libertação de Angola. O texto retrata o cotidiano  dos guerrilheiros do Movimento Popular de Libertação de Angola MPLA em luta contra as tropas portuguesas. A obra integra a lista de leituras obrigatórias da Fuvest.

O autor também falou sobre dois romances lançados no Brasil, “O cão e os caluandas” e “O quase fim do mundo”. Este último se passa com a sobrevivência de um grupo de pessoas após um evento apocalíptico de origem desconhecida.

“A ideia original do livro partiu do atentado com gás sarin no metrô de Tóquio feito por extremistas. Minha filha era muito nova, comecei a explicar para ela e a imaginar cenários”, disse. “Pode ser que a humanidade já tenha morrido muitas vezes porque é capaz de produzir armas suficientes mortíferas para dar cabo de tudo. Fica alguma coisa, recomeça e acaba por se esquecer. É uma tese”, comentou.

Veja mais:
Plano de aula Mayombe – Pepetela

Crédito da imagem: Cecília Bastos/USP Imagens

Deixe um comentário

Please Login to comment

Talvez Você Também Goste

Notícias

E-books gratuitos da Unesco explicam desenvolvimento das civilizações africanas

Coleção História Geral da África abrange da antiguidade até as consequências da colonização

há 2 anos
Notícias

Game educativo ensina cultura e história africana

Patrulheiros da História – Angola está disponível gratuitamente e pode ser jogado via site

há 2 anos
Notícias

E-book apresenta a história de liderança feminina africana

Publicação da Unesco narra a biografia de Njinga Mbande e a colonização de Angola

há 2 anos
Notícias

Série online lança olhar sobre atualidades do continente africano

“África Diversa” traz vídeos sobre migrações, turismo, esporte, arqueologia, tecnologia e cultura

há 3 anos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.