Com quatro propostas de atividades – dicionário, números, letras e figuras, o aplicativo AutHelper é uma ferramenta pedagógica para o aprendizado de crianças com autismo. Ao clicar em um dos ícones, a criança é direcionada a um desafio, apresentado de forma pausada e com ícones grandes para facilitar a compreensão da tarefa. A data de lançamento do app ainda não está confirmada, mas há uma versão gratuita disponível para testes no Google Play.

Segundo Yago Bracco, um dos desenvolvedores do aplicativo, a inspiração para a criação do AutHelper nasceu da necessidade de uma amiga que tem um filho com autismo. “Como eu via a dificuldade do filho dela em aprender e se comunicar, comecei a verificar o cotidiano da criança e percebi que muitas das coisas que ela fazia e utilizava poderiam ser reproduzidas em um aplicativo, fazendo assim ser de fácil acesso às crianças”, conta Bracco, que teve a parceria de Fábio Hissayoshi Yajima na construção do app apresentado como trabalho de conclusão do curso de análise e desenvolvimento de sistemas, da Faculdade de Tecnologia (Fatec) Araçatuba.

Para criar os exercícios, a dupla selecionou situações que poderiam ser replicadas no aplicativo, assim como metodologias a serem utilizadas. Cores e nível de aprendizado, por exemplo, foram alguns dos aspectos levados em consideração no AutHelper, que também contou com ajuda de outros profissionais, e com a aplicação de testes em crianças, para a coleta de feedback. “A intenção é ajudá-las a aprender melhor as matérias didáticas nas quais sentem um pouco de dificuldade na escola”, explica Bracco.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

6 livros que mostram a relação entre ética e educação

Obras dedicadas ao tema convidam professores a repensarem interação, diálogo e liberdade na escola

há 1 ano
Notícias

Editora da UFF disponibiliza 15 e-books gratuitos de educação

Temáticas das obras incluem gestão democrática, acessibilidade, etnomatemática e formação docente

há 1 ano
Notícias

Relatório global aponta 41% dos países sem dados recentes sobre alunos excluídos da educação

Documento da Unesco também mostra que políticas de inclusão desconsideram grupos minoritários e marginalizados

há 1 ano

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.