As férias, para alguns alunos, sempre significam descanso, viagens, diversão, porém pra quem está, por exemplo, se preparando para o vestibular, o recesso escolar pode ser um espaço de tempo importante para um melhor desempenho no próximo semestre. Aí surge a pergunta: o que fazer? Descansar, recuperar as energias para voltar às aulas de cabeça tranquila, ou estudar?

Tudo irá depender de uma série de fatores, que vai variar de estudante para estudante. O recomendável é estudar e tirar algumas horas para descansar. “O importante que o aluno veja o recesso como um período para reorganizar a sua rotina de estudos, mas não deixar de estudar. Independente se o aluno foi bem no primeiro semestre, este é o momento de rever o seu desempenho, avaliar e traçar um plano de estudos, para que retorne no segundo semestre com força total.”, ressalta Alessandra Venturi, coordenadora pedagógica do Cursinho da Poli.

Para algumas escolas, em especial para o Ensino Fundamental I e II, as atividades nas férias podem servir como reforço para os alunos que ainda não estão completamente alfabetizados. “Achamos que 30 dias de férias, sem retomada do conteúdo trabalhado ao longo do primeiro semestre, pode prejudicar os estudos das crianças, em especial do 6º e 7º anos. Para isso, preparamos algumas tarefas, que não devem ser vistas como obrigação, com o objetivo de não deixar que os alunos percam completamente o ritmo do trabalho intelectual”, explica Lucia Helena Ferreira – Coordenadora Pedagogica Ciclo II – E.E.Professora Clarice Seiko Ikeda Chagas.

Entretanto, é preciso ficar atento e saber dividir bem os seus horários entre lazer e estudos. Estudar demais, deixando os momentos de diversão e repouso de lado, pode atrapalhar o desempenho do aluno. Nas horas de descanso, os estudantes devem aproveitar o período para conviver com a família e amigos, repondo as energias para o próximo semestre. Nas outras horas, o tempo pode ser utilizado para fazer uma revisão dos principais tópicos, tirar suas dúvidas, no plantão, e fazer exercícios de aprofundamento. “Férias é um momento da criança e também da família!”, explica Cassia Lopes psicóloga e professora. 

Portanto, a grande dica é: estude muito, porém lembre-se que os momentos de lazer e descanso também podem contribuir no sucesso no vestibular. “Divirta-se, saia com os amigos, ria, pois todos esses fatores, associados aos estudos, podem definitivamente dar inúmeras vantagens, inclusive para os vestibulandos”, finaliza Alessandra.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

13 dicas para criar uma peça de teatro com os alunos

Professores recomendam trabalhar com jogos, improvisações, literatura e música no processo criativo

Como ensinar ginástica na educação física escolar?

Professoras indicam 8 possibilidades para desenvolver com alunos do ensino fundamental

11 formas de acolher o aluno com síndrome de Tourette

Ambiente inclusivo evita que estudantes sofram com bullying e dificuldades de aprendizagem

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.