Que é importante integrar novas tecnologias aos processos de aprendizagem, todos sabemos, inclusive pela demanda da sociedade atual – cada vez mais conectada. Mas o que é necessário reforçar é a importância da formação dos professores, para que eles possam identificar melhores formas de utilizar estas ferramentas na sala de aula.

Pensando nisso, os educadores do NET Comunidade Campinas, em parceria com o Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Caic Professor Zeferino Vaz, realizaram  uma Oficina Modular de Vídeo de Bolso, dirigida às professoras e monitoras da escola. A ideia, sugerida pela própria equipe pedagógica da instituição, era trabalhar as novas mídias de bolso, como celular e câmera fotográfica que são mais acessíveis. “A iniciativa surgiu após algumas visitas que fizemos nas escolas da região, com o objetivo de apresentar o espaço, firmar parcerias e nos colocarmos à disposição para realizarmos trocas de conhecimento”, explicou Marcos Chabes, educador do espaço.

“A recepção foi muito boa, pois os professores enxergam essa necessidade de se atualizarem de acordo com as novas ferramentas”, comentou Eliabe dos Santos, educador do NET Comunidade Campinas.


Professores do Cemei Caic Professor Zeferino Vaz

Para o CEMEI a oficina chegou em boa hora. “Eu já realizava algumas atividades com imagens e vídeos, mas não tinha pensando no celular como ferramenta educacional. A oficina serviu para agregar ainda mais”, ressaltou a professora de educação infantil, Rosana Ceccon.

O Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo, José Moran, explica que essa integração deve acontecer, inicialmente, com o acesso do professor a todos esses recursos moveis atuais e, na sequencia, dos alunos. “O aluno utiliza essas ferramentas como entretenimento, ele sabe navegar. É necessário mostrar para eles que aquilo também serve como ferramenta pedagógica. É tudo muito novo, ainda estamos experimentando, estamos colocando mais equipamentos do que formando”, comenta Moran.

José Moran explica que a o acesso às novas tecnologias no universo educacional deve acontecer em três etapas:

  1. Conhecimento técnico e identificação de todas as possibilidades que as ferramentas oferecem;
  2. Domínio pedagógico, para entender o que podemos fazer dentro e fora da sala de aula e identificar o melhor ambiente de aprendizagem;
  3. Inovação, identificar o que posso criar e qual metodologia usar.

“Temos que lembrar que é importante formar o educador, mas também o aluno e a escola. O trabalho deve ser em conjunto”, finaliza José Moran.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

16 jogos de mão para apresentar às crianças na escola

Educadora indica brincadeiras para trabalhar rimas e musicalidade com os alunos

9 canções para ensinar conteúdos de educação ambiental

Letras abordam temas como conservação, mudança climática e intervenção humana na natureza

Como trabalhar Gabriel García Márquez na educação básica?

Obra do escritor colombiano ajuda a abordar realismo mágico e história latino-americana

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.