Ouça também em: Ouvir no Claro Música Ouvir no Spotify Ouvir no Google Podcasts Assina RSS de Podcasts

Faça o download do podcast

A Escola Pública de Robótica oferece gratuitamente cursos destinados a professores e alunos interessados em ingressar, aprender ou expandir conhecimentos nessa área. “As aulas derivam do Torneio Juvenil de Robótica (TJR), que surgiu em 2009 e veio atender à necessidade de difusão dessa temática, além de computação e tecnologias emergentes”, explica o professor Luis Rogério da Silva, entrevistado neste podcast.

Luís Rogério da Silva ao lado de robô que dança, em espaço utilizado para gravação das aulas da Escola Pública de Robótica (crédito: Marcelo Abud)

 

Diretor da Comphaus na área de projetos de educação e tecnologia e coordenador da Escola Pública de Robótica, Luis explica que a didática foi pensada para dar suporte às atividades de quem participa do TJR, para que eles tivessem suas dúvidas esclarecidas rapidamente. No entanto, qualquer pessoa interessada tem acesso aos conteúdos. “Ao lidar com a robótica, foram introduzidos cursos de línguas e de computação mais complexa. Neste momento, centenas de jovens, professores e alunos em todos os lugares do Brasil e inclusive fora têm acesso aberto, gratuito a estes conteúdos”.

Há uma década, com a criação do torneio que abrange grupos do fundamental I ao ensino médio, o professor afirma que mudanças têm sido observadas na formação de crianças e jovens. “A área de robótica deixa de ser demonstrativa e é criada para ela uma estratégia própria de ação que exige do aluno que se constitua um resultado que busque a otimização para um desafio”, explica.

Os cursos da escola são pensados por um grupo de professores pesquisadores que supervisiona os conteúdos distribuídos no site. As aulas são gravadas em espaço que conta com um conjunto de laboratórios. Neles, os robôs podem ser demonstrados em diferentes cenários e situações.

Para Luis, a robótica promove o que chama de “educação cidadã”, ao preparar as pessoas para responder a soluções muito complexas que a inteligência artificial e outras tecnologias emergentes podem produzir. “O cenário será cada vez mais complexo e todos nós somos responsáveis pelo que essas máquinas são capazes de fazer”, conclui.

Link:
Site da Escola Pública de Robótica

Créditos:
As músicas utilizadas na edição do podcast, por ordem de entrada, são: “Herdeiros do futuro”, com Toquinho; “Robot-Music”, criada por Neuer Stoff, com “Magix Music Maker MX Premium”; “Eterno Deus Mu Dança”, com Gilberto Gil; e “Amor pra recomeçar” (Frejat/Mauricio Barros/Mauro Sta. Cecília), com Frejat.

Crédito da imagem principal: Jovanmandic – iStock

Deixe um comentário

Please Login to comment

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.