Os principais erros de uma redação estão relacionados ao desconhecimento da grafia correta de algumas palavras, que se confundem com outras por semelhança sonora, e da falta de domínio das regras gramaticais, de acordo com a professora de redação do Cursinho do XI, Vivian D’Angelo Carrera. “Soma-se a isso o emprego do coloquialismo, variedade que normalmente se desvia da norma culta”, afirma ela sobre a linguagem do dia a dia, quem em muitos momentos não é empregada em textos.

Veja também:
– 
Errar questão fácil no Enem desconta mais na nota final
– Simulado online gratuito traz questões para o Enem

Para Vivian, o que geralmente acontece na hora de fazer uma prova como a do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou de vestibular é uma associação incorreta do aluno, que faz com que sejam colocados acentos em palavras que não os têm ou que se esqueçam algumas regras. Ela lembra que a pressa e o nervosismo na hora da prova contribuem muito para o erro.

“Os erros não ocorreriam com o domínio da leitura, que faz com que se assimilem as regras gramaticais e com que se ‘decore’ a forma correta das palavras. Além disso, sempre é importante fazer exercícios para reforçar o aprendizado. Outro treino é a própria escrita. Escrever coloca em prática as normas assimiladas”, alerta ela.
Para tentar driblar a alta probabilidade de cometer gafes, a professora listou dez erros mais comuns em redações, na sua opinião. Confira abaixo.
 
Alguns erros principais ligados à semelhança sonora:
 
1. “Isso não tem haver” no lugar de “Isso não tem a ver

2. “Ele não sabe lhe dar com o problema” em vez de “Ele não sabe lidar com o problema”.

3. “As pessoas encontrão situações complicadas” no lugar de “As pessoas encontram situações complicadas”.
4. “A situação foi mau resolvida” e “ Ele é um mal elemento” no lugar de “A situação foi mal resolvida” e “ Ele é um mau elemento”.
5. “O governo não investe como deveria em educação, mais cobra muitos impostos” em vez de “O governo não investe como deveria em educação, mas cobra muitos impostos”.
Além de outros: consiente (consciente), siguinificar (significar), extresse (estresse), supérfulos (supérfluos), censo (senso)
 
Há também junção de elementos: incomum (em comum), concerteza (com certeza), encontra partida (em contrapartida), apartir (a partir), porisso (por isso).
 
Em relação ao mau uso das regras gramaticais:
6. Uso do onde (pronome relativo de lugar) ligando ideias que não o pedem.

“A amizade é algo presente na vida de todos, onde muitos se esquecem disso”.

7. Mau uso dos pronomes demonstrativos.

“É necessário conhecer as próprias limitações. Isto deve ser feito aos poucos”.
O correto seria Isso, por fazer referência a uma ideia anteriormente apresentada.

“A população conhece os problemas do Brasil, e a mesma também sabe como resovê-los.
O pronome mesmo não pode substituir um substantivo. O correto seria “A população conhece os problemas do Brasil, e ela também sabe como resovê-los.”
8. Erros de concordância com verbos que não permitem o plural ou uso de singular quando o verbo deve ir para o plural.
Fazem dois anos que ninguém resolve o problema.”
Os verbos fazer e haver, quando indicam tempo cronológico, não se pluralizam. O correto seria: “Faz dois ano que ninguém resolve o problema”.
 
Encontra-se saídas” em vez de “Encontram-se saídas.”
O verbo concorda com o sujeito.
 
"As pessoas têm o direito de votar."
O verbo ter, para concordar com o sujeito plural, recebe acento circunflexo.
9. Erros de regência
 
“Desigualdade social implica em desemprego” em vez de “Desigualdade social implica desemprego”.
Implicar é direto no sentido de acarretar.
 
10. Pleonasmo
 
“Aconteceu uma manifestação dez dias atrás, então é necessário criar novas saídas para as discussões.”
Ou se usa há ou atrás / criar e novas também trazem a mesma ideia.
Enem 2013
As provas do Enem acontecem nos dias 26 e 27 de outubro, às 13h (horário de Brasília). No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e ciências naturais e o aluno terá 4 horas e 30 minutos para realizar a prova. No segundo dia, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, de matemática e a redação e o candidato terá 5 horas e 30 minutos.
 

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

Errar questão fácil no Enem desconta mais na nota final

Em entrevista, especialista explica como funciona a TRI, usada na correção do exame

há 8 anos
Notícias

A três meses do Enem, cursinhos oferecem aulas e simulados gratuitos; inscreva-se

Mais: veja dicas de sites com conteúdos para revisar e se preparar para a prova

há 8 anos
Notícias

Enem: oito dicas que você precisa saber para fazer a redação

Professores podem ajudar alunos no direcionamento e estímulo aos estudos

há 7 anos
Notícias

6 roteiros de estudo sobre redação do Enem para o professor indicar aos alunos

Materiais trazem revisão de conteúdos e dão dicas sobre escrita e modelo da prova

há 1 mês

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.